17 de fevereiro de 2019

15 músicas que possívelmente não sairão da sua cabeça depois deste #EDCBR

Estamos chegando bem perto da nossa edição brasileira do Electric Daisy Carnival, então, nada melhor do que falarmos sobre: música!

Com um line recheado de artistas excelentes de diversas vertentes, fazer uma lista com as melhores faixas se torna uma tarefa difícil, pois são tantas que as vezes podemos esquecer de algumas. Mas, vamos direto ao ponto e vamos falar de música boa!

TIËSTO & KSHMR ft VASSY – SECRETS (ORIGINAL MIX) TIËSTO

Essa faixa é para nós uma das melhores do ano, sem sombras de dúvidas. O vocal envolvente e misterioso, levando até os acordes do breakdown que transmitem toda energia para a pista, culminando no drop com um bassline poderoso e uma melodia marcante, “Secrets” com certeza é uma das faixas que não sai da cabeça! Seja no set do mestre Tiësto ou de KSHMR, não perca a chance de ver essa faixa ao vivo!

MARTIN GARRIX vs MATISSE & SADKO – DRAGON

Desde que assumiu sua nova identidade voltada ao progressive house, Martin Garrix vem se destacando e aprimorando cada dia mais e a faixa Dragon é a prova disso. A colaboração com os russos Matisse & Sadko, conta com um breakdown bem trabalhado com strings e pianos ditando o ritmo para o lead progredir até o drop, aonde a faixa mostra toda sua energia. Martin Garrix irá se apresentar no Brasil agora como terceiro melhor DJ do mundo eleito pela DJ Mag e você pode esperar uma apresentação fantástica. Garanto que essa música não sairá da sua cabeça!

ZOMBOY – TERROR SQUAD

Zomboy tem chamado a atenção de todos nos últimos anos e vem se destacando como um dos principais artistas e talvez até como o principal, superando Skrillex. A faixa Terror Squad foi um divisor de águas, alguns dizem que Zomboy se inspirou em uma track do próprio Skrillex para cria-lá. Boatos a parte, depois dessa faixa algo que poderíamos chamar de Terrorstep surgiu, diversas faixas seguiram essa linha. Que a faixa é um hino do Dubstep, isso não podemos negar, IT’S FUCKING ZOMBOY!

DATSIK feat SNOOP DOGG – SMOKE BOMB

Poucos artistas conseguem criar uma identidade tão pessoal como Datsik, some isso com os vocais de Snoop Dogg e temos Smoke Bomb, literalmente uma bomba! A faixa conta com piano e instrumentos clássicos do hip hop West Coast, com todos elementos dos gangsters e o vocal do rapper coroa toda a estrutura, além é claro, do bassline característico do canadense que conversa perfeitamente com os vocais. Datsik é um dos artistas que estamos aguardando ansiosamente!

DASHDOT – THAT’S WHY (VINTAGE CULTURE REMIX)

Vintage Culture tem conquistado uma legião de fans e é um dos brasileiros mais aguardados nesse line up da EDC, e mais aguardado do que o próprio set, é o remix para a faixa “That’s Why” dos também brasucas do Dashdot. Essa faixa que ainda nem foi lançada e já pode ser considerada um hino e clássico do Vintage Culture. Os vocais que ficam ecoando na cabeça de quem ouve se encaixam perfeitamente com os basslines de Nu Disco característicos dele, as ambiências e elementos em perfeita harmônia dão o toque final a essa excelente faixa!

AMINE EDGE & DANCE ft PTAF – BOSS ASS BITCH

O duo francês que se envolveu em muitas polêmicas nesse ano, também são excelentes produtores e uma das faixas mais aguardadas deles é a Boss Ass Bitch. Existe ainda outra que não foi lançada, no caso desta, eles guardam a sete chaves pros seus DJ Sets, toda identidade deles está presente nessa faixa, o vocal sexy, gangster e o bassline com slaps poderosíssimos fazem desta uma faixa bombástica! Se você quer ouvir ela por completa, não perca o set deles na EDC.

R3HAB vs SKYTECH & FAFAQ – TIGER (ORIGINAL MIX)

Se “Secrets” está na lista das melhores faixas do ano, “Tiger” também está presente em nossa opinião. A faixa que já no seu primeiro break da o gostinho do drop em progressão, depois do build up o drop vem com força máxima alternando os leads, nos mostrando uma nova tendência na cena eletrônica atual, o progressive house remodelado com influências de electro house, bem mais voltado a pista. Quando você acha que a faixa não pode apresentar mais nada, o segundo break nos surpreende com uma melodia feita com chops de vocal e pads que mantém toda a energia e preparam para o segundo drop. R3hab voltará ao Brasil em uma das suas melhores fases, e “Tiger” será o ápice do seu set!

ABOVE & BEYOND ft RICHARD BEDFORD – THING CALLED LOVE

É uma tarefa difícil escolher apenas uma música do grupo Above & Beyond, os mestres do trance, são também experts em criar hinos da música eletrônica. Mas uma das faixas mais marcantes da história do A&B e do trance, é “Thing Called Love”, Richard Bedford nos trouxe um dos melhores vocais para uma música eletrônica. Além de uma letra magnífica, a faixa conta toda uma história, com suas ambiências, melodias e basslines até chegar ao ápice, aonde os acordes da melodia, tomam forma e bombardeiam a pista com todos sentimentos possíveis. Don’t forget about a thing called love <3

JAUZ & EPHWURD – ROCK THE PARTY (ORIGINAL MIX)

Essa é uma das tracks mais tocadas do momento, Ephwurd é o side project do canadense Datsik, então provavelmente ele irá mandar essa bomba e com certeza mais alguns outros djs tocaram essa nas pistas do EDC. A faixa que pode ser considerada um Wobble Bass House revigorou as energias da cena mainstream, e acabou ditando uma nova tendência para 2016. Seus wobble basslines poderosíssimos e variações insanas levam a pista ao delírio facilmente!

THE WEEKND – CAN’T FEEL MY FACE (MARTIN GARRIX REMIX)

Mais uma track do garoto prodígio, muitos já devem ter ouvido a original, mas esse remix está definitivamente em outro nível! Garrix explorou muito bem os ótimos vocais com synths e progressões de acordes e com um build up eficiente ele cria o hype para um dos melhores drops do ano,  mesclando leads, que se intercalam e conversam entre sí, essa música irá grudar na sua cabeça com toda certeza!

RAGGA TWINS – BAD MAN (SKRILLEX REMIX)

Obvio que não iríamos deixar Skrillex de fora! O responsável por trazer o Dubstep para o Mainstage e para os holofotes, produziu tantas tracks clássicas e inesquecíveis que resolvemos trazer alguma coisa nova que é boa como as antigas. “Bad Man” é um remix para o duo Ragga Twins que conta com todos elementos clássicos, como os growls que parecem robôs conversando, os riffs bem trabalhados com todo groove e ritmo que já é marca registrada dele. Os vocais feitos pelo Ragga Twins conversam perfeitamente com o bassline da música, ditando todo o swing da faixa.

MAJOR LAZER & DJ SNAKE feat. MØ – LEAN ON (REMIXES)

Essa possivelmente será uma das faixas mais tocadas do festival, afinal ela não é a música mais tocada do Spotify a toa né? Mesmo sem a presença de Major Lazer e DJ Snake, Lean On é uma track que estará presente em muitos sets, seja em sua versão original ou em remixes de inúmeros produtores. Essa faixa dispensa gêneros, pois se trata de uma fusão perfeita entre diversos estilos que resultou em um néctar sonoro da mais alta qualidade, os vocais da cantora MØ não poderiam se encaixar melhor em um ritmo tão dançante e alegre e o drop tão viciante quanto a letra é feito com vocal leads da própria cantora. Quantas vezes será que iremos ouvir Lean On?

GALANTIS – RUNAWAY (U & I) (REMIXES)

Runaway também irá competir com Lean On pelo título de faixa mais tocada do festival. Galantis também não estará presente no festival, mas com certeza suas faixas serão tocadas. “Runaway” é uma obra-prima da música eletrônica, uma faixa perfeita, vocais lindos com variações de pitch com todo o toque do duo, acordes e strings sensacionalmente bem trabalhados e um drop de acordes que tocam no fundo da alma. Muito provavelmente os vocais serão tocados inúmeras vezes e até mesmo a versão original pode pintar!

KYGO ft Conrad Sewell – Firestone (REMIXES)

Outra candidata a faixa mais tocada do EDC é “Firestone”, na qual conta com os vocais incríveis de Conrad Sewell. Produzida pelo produtor e músico Kygo, é uma das faixas mais bem produzidas do ano, e está inclusa em uma vertente que está em acensão, o Tropical House. No caso desta, a possibilidade de apenas acapella ser utilizada é grande, pois quase nenhum Dj do line up deste ano se arrisca nessa vertente.

DZEKO & TORRES ft DELANEY JANE – L’AMOUR TOUJOURS (TIËSTO EDIT)

São tantas faixas que estamos ansiosos para ouvir ao vivo no EDC BR, mas dentre elas provavelmente se fossemos eleger uma, essa seria L’amour Toujour, por toda sua história e nostalgia desde a original produzida por Gigi D’agostino, das épocas que muitos de nós começamos a frequentar os primeiros clubes. E essa versão feita por Dzeko & Torres com a participação de Tiësto, honrou toda a historia dessa faixa, mantendo os vocais, agora reinterpretados por Delaney Jane e toda melodia, que com uma repaginação mais atual, deu uma nova vida a faixa.

Essa foi a nossa lista das faixas que não saíram da sua cabeça nessa EDC, e aí tem alguma que você acha que ficou faltando? Conte pra nós aqui nos comentários!

E esperamos vocês na #EDCBR!

Sobre Redação WiR