17 de dezembro de 2017

Conversamos com exclusividade com o jovem holandês Sam Feldt

O produtor holandês, Sam Feldt, se estabeleceu como um dos artistas de música eletrônica mais requisitado nos últimos tempos. Dono de hits como “Show Me Love” e “Summer On You“, o jovem produtor, que virá para Laroc Club em Janeiro, concedeu uma entrevista exclusiva para nosso portal, confira!

Sabemos que sua música é uma mistura de deep e tropical house, mas como Sam Feldt descreveria o som produzido por ele mesmo?

Melódico, vocal e emocional.

Qual a diferença do seu álbum Sunrise do álbum Sunset?

Sunrise é uma vibe mais diurna, enquanto Sunrise é mais para a noite – no sentido mais amplo da palavra. Algumas músicas de clube, mas também algumas músicas para te acompanhar até em casa depois de uma noite especial. No total são 24 faixas que representam a quantidade de horas de um dia inteiro.

Você fez sucesso na Spinnin ‘Records em 2014 e, a partir daí, se tornou esse fenômeno. Quais foram as maiores dificuldades que você enfrentou e quais são as lições que você aprendeu com elas?

Cara, há tantos! Eu era muito inexperiente em 2014. Tanto do lado musical, quanto do lado pessoal. Nos últimos anos eu aprendi muito viajando, além de ter trabalhado com muitos músicos diferentes. Uma das maiores lições que aprendi no ano passado é: não enfatizar demais pequenas coisas que no final não são importantes. Concentre-se na coisas grandes.

Na sua última visita ao Brasil, houve grandes rumores sobre uma suposta colaboração com Alok, é verdade? Em caso afirmativo, vocês planejam lança-la?

Eu amo a música do Alok e estamos conversando já faz um bom tempo. Nós conversamos por email e por WhatsApp sobre uma possível colaboração, mas nunca tivemos tempo para ir a um estúdio juntos. Eu adoraria, então vamos tentar fazer isso acontecer em 2018!

Existe algum artista brasileiro que chama sua atenção?

Muitos! Obviamente, Vintage e a Alok tornaram-se grandes estrelas nos últimos dois anos, mas o Brasil também tem muitos talentos menores que merecem atenção – por exemplo, Pontifexx e Zerb!

Você vai se apresentar na Laroc Club em janeiro, um dos clubes mais charmosos e respeitados do Brasil! Quais são suas expectativas? Você já ouviu falar sobre as noites da Laroc?

Eu mal posso esperar para tocar lá! Ouvi dizer que é um local lendário e estou ansioso para levar a minha banda ao vivo pela primeira vez.

Falando sobre o Brasil, qual o diferencial do público brasileiro?

O Brasil tem uma cultura musical muito rica e aberta! Vocês até fizeram seu próprio gênero EDM chamado brazilian bass! Sinto que no Brasil eu posso tocar meu próprio estilo sem ter que comprometer demais. Quando as pessoas chegam ao meu show, eles aceitam que eu toque minhas próprias músicas e ao mesmo tempo experimente coisas diferentes também.

Depois de um incrível 2017, o que podemos esperar de Sam Feldt para 2018?

Depois de lançar meus álbuns Sunrise e Sunset, o foco é terminar um single incrível para o início de 2018. Estou trabalhando em uma track com um famoso ator e cantor de Hollywood para lançamento no início do próximo ano. Além disso, meu horário de turnê está ficando mais completo a cada dia e estamos adicionando um terceiro membro à banda ao vivo: Jordi – nas guitarras!

Comentários

Sobre Yohan Augusto

Yohan Augusto
☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.