25 de maio de 2019

D-Groov conta a experiência de tocar no palco do Planeta Atlântida

D-Groov lançou um remix da “Se É Pra Ser” do Wolf Player e EFinito que vem recebendo bastante elogios dos fãs. Acompanhe a entrevista que fizemos com o duo sobre a experiência do festival e o nome lançamento:

Quando vocês descobriram que iam tocar em um dos maiores festivais do país, o Planeta Atlântida?

Descobrimos no final do ano através dos nossos empresários. Foi uma explosão de sentimentos que fica até difícil definir por palavras (risos).

Vocês foram um dos poucos representantes da música eletrônica no festival, como foi o show para vocês?

Foi sensacional poder apresentar nosso trabalho em um festival com um porte tão grande como o Planeta Atlântida, e uma satisfação maior ainda em ser um dos poucos representantes da música eletrônica no festival ao lado de pessoas tão brilhantes do gênero. 

Como é montar um set para um público tão diverso quanto o do Planeta Atlântida? Conta para gente como foi a recepção do público:

Sem dúvidas foi um desafio e tanto preparar um set para um público tão distinto e, ao mesmo tempo, tão apaixonado por música eletrônica. Buscamos apresentar nossas músicas autorais enquanto íamos testando algumas tracks que ainda estão em processo de amadurecimento. A reação da pista foi maravilhosa, a cada música que tocamos o público vinha com a gente. A cada drop era uma explosão maior que a outra, fico arrepiado só de lembrar (risos). 

Foi a maior gig que já fizeram? Já tocaram em algum lugar desse nível?

Já tocamos em alguns festivais com um público semelhante (em questões numéricas), como o Ultra Music Festival e Rio Music Carnival. Mas sem dúvidas o Planeta foi o festival que mais sentimos à vibe da galera. 

Vocês irão lançar um remix da “Se É Pra Ser” do Wolf Player e Efinito, que foi a música que usaram no aftermovie do Planeta Atlântida. Como foi o processo de produção dessa faixa? Vocês já tocam esse remix há um tempo nos shows, como tá sendo a recepção do público?  

Quando o Yan (Wolf Player) nos convidou para remixar à “Se É Pra Ser” nós já gostamos da ideia de cara, não só pela qualidade do vocal do EFinito, como também pela vibe da track. Tentamos trazer uma pegada mais “pista” para o nosso remix e, todas as vezes que tocamos, pela reação do público, acredito que conseguimos chegar no nosso objetivo. 

Nos últimos meses, vocês viram o projeto decolar e ganhar destaque nacionalmente. Lançaram o primeiro remix oficial do Skank, tocaram no Planeta Atlântida, estão entre os djs e produtores brasileiros mais ouvidos do Spotify… O que imaginam para 2019?

Sem dúvidas os últimos meses tem sido de grande crescimento na nossa vida profissional e isso é algo que nos motiva cada vez mais a buscarmos o nosso melhor para entregarmos ao público. Já temos alguns lançamentos agendados para esse ano e outras que ainda estão em processo, mas acredito que se continuarmos trabalhando da forma que estamos trabalhando, este ano tem tudo para ser o melhor ano de nossas vidas.

Sobre Yohan Augusto

Yohan Augusto
☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.