13 de dezembro de 2018

É techno que vocês querem? Não perca então a tour do Lucas Freire no Brasil Após uma longa temporada em Barcelona tocando em importantes festivais, o DJ e produtor retorna ao Brasil em turnê pelos principais clubs do Estado de São Paulo

A cena underground brasileira tem um nome que todos deveriam conhecer: Lucas Freire. Atuando como DJ e produtor de eventos desde o início dos anos 2000, Lucas foi residente em alguns dos principais clubs de São Paulo, A Lôca e a Lov.e. Além disso fundou o club Play e mais tarde o Kraft, responsável pela consolidação cultura underground do interior de São Paulo, além de fundar uma das festas festas de techno mais consagradas daquele momento, a saudosa Techcardia. Em 2004, Lucas fez sua primeira turnê europeia com o apoio do DJ Rush. O estilo tocado na pista agradou o público europeu, e após alguns anos se dividindo entre Brasil e o velho continente e movido pelo desejo de estudar Engenharia de Som, em 2007 se mudou definitivamente para Barcelona.

Agora, após dois anos sem tocar em seu país, Lucas, que já tocou em festivais e clubs como Awakenings, Nature One, Tresor, Fabrik e Monegros, está de volta às suas origens. Sua turnê brasileira passa por algumas das principais casas de São Paulo e Campinas: dia 6 de dezembro na Moving do D-Edge em São Paulo, dia 7 em Campinas, sua cidade natal, tocando pela primeira vez no Caos numa data especial: a comemoração de um ano de aniversário do club, ao lado de Ben Klock, e finalizando no dia 13 de dezembro na festa P R E T O, no Espaço 574, também em São Paulo. No mesmo dia ele apresenta uma Masterclass de discotecagem avançada na DJ Ban, com recursos destinados a uma instituição de caridade.

A Moving no D-Edge é uma noite emblemática do club que permite que os artistas trabalhem com liberdade e se expressem de maneira muito livre. O Caos é a realização de um sonho desde que o club inaugurou. Tocar quando o clube comemora 1 ano de vida sem dúvida é algo mágico. Estou muito ansioso para tocar onde mais me sinto em casa. Fechando, toco na P R E T O. Eu não conhecia o projeto mas conversando com os produtores a proposta me pareceu muito interessante. O Brasil sempre vai ter um lugar muito especial no meu coração.

Tamanha vivência na cena techno fez o produtor seguir o caminho natural de lançar em 2015 seu próprio selo, o Devotion Records, em parceria com Fernanda Martins, já tendo lançado artistas consagrados como Spartaque, Drumcomplex & Roel Salemink, A.Paul, Spiros Kaloumenos, Ben Long e outros. Lucas volta ao Brasil em um excelente momento da sua carreira, lançando seu último EP do ano, com produções inéditas – Light it Up – dia 10 de dezembro pela sua label, Devotion Records.

Minha história com a cena do país é muito forte e importante pessoalmente e espero poder transmitir isso através da música.

Agenda:
6/12 – Moving no D-Edge
7/12 – Aniversário de 1 ano do Caos com Ben Klock
13/12- P R E T O
13/12 – Workshop de discotecagem avançada na DJ Ban

Sobre Redação WiR