26 de junho de 2019

Entrevistamos o EDX enquanto ele fazia pizza; Confira!

EDX é um DJ e produtor suíço-italiano, cujo nome verdadeiro é Maurizio Colella. Ele lançou muita música ao longo dos anos, de faixas originais a covers e remixes.

Ficamos honrados em ter a oportunidade de entrevistar o EDX, durante um jantar no Amsterdam Dance Event, enquanto ele fazia pizza.

Nós podemos dizer que a maioria de suas produções são um grande sucesso. Qual é o segredo disso e quais são suas inspirações deste ano?

É apenas o amor pela música, sabe? Eu lanço muitas músicas e eu ando muito focado em fazer músicas de clubes.

Um dos seus últimos lançamentos é a faixa “Sillage”. Você poderia nos dizer mais sobre essa música? Como foi o processo de criação dela?

Sillage foi uma música que eu quis fazer para o verão de Ibiza e eu senti que era o momento porque eu queria algo meio deep, mas também com um toque de “progressive vibes”. Foi basicamente isso.

Qual é o conceito dos seus remixes? Pois você tem diversas versões como “Dubai Skyline”, “Ibiza Sunrise”, “Indian Summer”. Como surgiu essa ideia?

Bom, quando eu fui para Belo Horizonte, eu fui para muitos lugares e eu estava meio que encantado pelas cidades e sempre captando novas inspirações de lá. Então, eu comecei com isso, como Dubai e por aí vai.

Você é quase brasileiro pois você sempre está tocando no Brasil. Como você se sente nesse “relacionamento” com nosso país?

É um lindo país! Quando eu fui pela primeira vez para o Brasil, eu não sabia o que esperar.

Você sempre está colocando vocais incríveis nas suas músicas como por exemplo o de “We Can’t Give Up”. Como você encontra esses cantores?

Bom, é uma jornada muito complicada, sabe? Você começa pelo instrumental e você meio que sente que precisa de um vocal e então eu começo a procurar por essas vocais em diversos lugares e plataformas até achar uma legal. É mais ou menos assim que funciona.

E o que o EDX planejou para o resto deste ano?

Haverá novas músicas. Eu terminei um remix para o David Guetta (clique aqui para ouvir)  e Anne-Marie, e eu estou muito animado! E haverá também outro remix que fiz.

E para finalizarmos, deixa um recado para seus fãs brasileiros!

Eu realmente amo o Brasil e eu não vejo a hora de voltar! Talvez ano que vem para o Carnaval. E bom, é sempre uma ótima jornada. Eu vou para lá faz uns 10 anos e sempre vou para o nordeste e sudeste do Brasil e eu não vejo a hora de voltar.

Créditos:
Pauta: Amanda Nakao
Repórter: Gabriel Honorio

Sobre Clênio Martins

Clênio Martins
Mineiro, amante de música eletrônica na suas variadas vertentes.