Data:21 de novembro de 2019

REVIEW: Como foi o aniversário de 1 ano do AME Club?

No último sábado (2) o AME Club comemorou 1 ano com um line up mega especial: Adriatique e ARTBAT. Com dois nomes mega especiais e prometendo ser um dos grandes eventos do ano, as expectativas do público para o evento estava à mil. Saiba tudo o que rolou:

Divulgando apenas a ordem de apresentação, o AME Club manteve mistério dos horários de apresentações até o fim. Coppola foi o responsável pela a abertura do evento, o jovem prodígio que já estava em “casa” fazia outra apresentação impecável e elegante – não é toa que ele foi escalado para tocar junto com o Solomun agora em Novembro no Rio de Janeiro. Um ponto que PRECISAMOS destacar é que Coppola foi o nome do After. Sem desmerecer os demais, é claro.

Foto: AME Club | Créditos: EIMAGEC

O club que sempre investiu no lado “fantasia” e “místico“, caprichou também nessa edição especial. Houve até mimos para quem chegou mais cedo, como por exemplo: doce de leite!

Foto: Mees Salomé | Créditos: EIMAGEC

Mees Salomé apesar de não ser headliner do evento, soube muito bem conduzir a pista de dança, dando a famosa “aula” para o público ali presente. Sem dúvidas um dos melhores sets da noite. Silvio Soul x Mascaro, também não deixaram barato. Com um set equilibrado, era o warm up perfeito para entregar a pista para o Adriatique que entrariam logo em sequência, mas que fomos pegos de surpresa com a última apresentação (de acordo o conograma) entrando: Felipe Callado. Muita gente não entendeu, outras nem perceberam, mas para quem estava na expectativa de ver Adriatique foi pego de surpresa em saber que eles não viriam mais devido ao voo saindo de Navegantes que havia sido cancelado. Decepcionante. O duo se manifestou sobre em uma publicação na página do evento:

Olá Ame Club,

Nós estivemos no aeroporto de Navegantes pelas últimas horas.

Nosso voo que era suposto para sair às 19:00, ficou atrasado e atrasado agora finalmente cancelado.

Nós checamos diversas opções mas nada levaria-nos a tempo para o Ame club.

Nós estamos trabalhando em uma remarcação de data e esperamos voltar muito em breve! Nós sentimos muito e assim como vocês, nós estavamos muito ansiosos para hoje à noite.

A&A

Ao mesmo tempo, o AME Club havia anunciado no Instagram que o ARTBAT entraria à meia noite. Muitos duvidaram do depoimento do duo, pelo motivo do ARTBAT estar presente e por eles terem tocado na noite anterior no mesmo lugar. Porém, o depoimento do duo foi verdadeiro. O voo havia sido cancelado.

A imagem pode conter: 1 pessoa
Foto: ARTBAT | Créditos: EIMAGEC

ARTBAT que se tornou o único headliner da noite, ganharam 4 horas de set. Se eles iriam encerrar o club com chave de ouro, nós não tínhamos dúvidas. O club estava sold out e público exigia muito – apresentações no nível cercle e xxxperience que eles fizeram esse ano no Brasil e, durante essas quatro horas, o duo ucraniano tocou TODOS os hits e seguiu na mesma linha de produção durante quase 3 horas de set. Não tinha defeito. O público não cansou, o público adorou. Mas quem foi para ver Adriatique acabou achando o set cansativo pelo fato de não alternarem, o que resultou em pessoas começando ir embora às 3h da manhã. Percebendo a resposta da pista, ARTBAT começou investir mais no melódico tocando Ae:ther, por exemplo. E tornou os últimos minutos do set, mágico.

Prestes a voltar ao Brasil, entrevistamos ARTBAT

A imagem pode conter: 2 pessoas, multidão
Foto: ARTBAT | Créditos: EIMAGEC

Foi um grande evento e se Adriatique não tivesse cancelado, seria um baile perfeito com zero defeitos. Mas houve imprevistos como em diversos eventos, nada é 100% perfeito. O próprio set do ARTBAT teve problema no som 3 vezes (e o público reclamou durante as três). Não podemos negar que o ARTBAT fez uma entrega incrível e uma apresentação bonita. Eles também foram pegos de surpresa e gostaram, se entregaram. Foi uma entrega mútua. Porém, ficou cansativo. Faltou Adriatique. E esperamos que essa data seja remarcada em breve.