Tomorrowland inaugura sua primeira escola de música no Nepal ao lado de Lost Frequencies

Segunda-feira, 16 de abril, em Sekha, uma pequena aldeia no coração do Himalaia, no Nepal, foi inaugurada a primeira escola Love Tomorrow Music & Arts. A data é considerada simbólica, pois foi o primeiro dia útil oficial do Nepal após o Ano Novo nepalês, que é tradicionalmente celebrado em 14 de abril.

A escola de música é o resultado de uma colaboração única entre o festival Tomorrowland e sua fundação Love Tomorrow com a ONG belga CUNINA. A escola foi inaugurada por Sophie Vangheel, a presidente-fundadora e gerente geral da CUNINA e Felix de Laet, o DJ Lost Frequencies, que estava lá para representando o Tomorrowland e o “People of Tomorrow“. Na escola, que está totalmente integrada ao já existente Cunina Boarding School, mais de 300 crianças patrocinadas por padrinhos da CUNINA terão a oportunidade de explorar sua criatividade e aprender música e dança.

A escola, que recebeu um design original e distinto, abrange mais de 400 m² e possui quatro salas de aula espaçosas e um átrio coberto central. As aulas serão ministradas por dois professores de música em tempo integral como parte do currículo padrão para as crianças e jovens. Eles aprenderão a fazer música na guitarra, flauta e teclado, mas também em instrumentos musicais nepaleses tradicionais, como o Sarangi (instrumento de cordas) e o Madal (tambor).

Ao construir a escola, a fundação Love Tomorrow quer dar às crianças e jovens a oportunidade de se expressarem criativamente. Love Tomorrow e CUNINA acreditam que a educação de alta qualidade é a chave para um futuro melhor, mas isso não deve se limitar a aprender a ler e a escrever sozinho. A capacidade de se expressar criativamente através da música e da dança é parte integrante do desenvolvimento pessoal e da educação de uma criança ou jovem. Construir a primeira escola Love Tomorrow Music & Arts é apenas o primeiro passo para a fundação, que tem a ambição, nos próximos anos, de abrir mais dessas escolas em diferentes continentes.

Eu entrei em contato pela primeira vez com a fundação Love Tomorrow e seus planos de construir uma escola de música no Nepal no Tomorrowland 2016. Fiquei imediatamente entusiasmado com o projeto. É por isso que fiquei muito feliz com o convite de viajar ao Nepal com eles para abrir oficialmente a escola em nome do Tomorrowland e de todo o People of Tomorrow. – Lost Frequencies

A construção da escola foi financiada em 100% pelos visitantes da Tomorrowland. Nas últimas duas edições do festival, os convidados tiveram várias maneiras de fazer uma contribuição. Por exemplo, quando você “ativa” a pulseira e adiciona “pearls” a ela, você podia escolher doar 2 pearls para a fundação e, assim, para construir a escola. Isso equivale ao valor de 1 bebida (cerveja ou refrigerante). Você também pode doar pearls a qualquer momento durante o festival. Para cada bandeira do Tomorrowland que é comprada nas lojas do festival e via internet, uma doação de €5 é destinada para a Fundação.

O prédio da escola pode certamente ser considerado um projeto único. Não só pela colaboração entre Love Tomorrow e Cunina, mas também pelo design. É uma estrutura redonda que foi construída usando a quantidade máxima de materiais locais. O design redondo é inspirado pela filosofia e ambição de unir as pessoas. Com uma superfície de mais de 400M², a escola acomoda quatro salas de aula totalmente equipadas e um grande átrio coberto no centro, que pode ser usado como um ponto de encontro central ou espaço para apresentações. O espaço é banhado por luz natural graças à claraboia de acrílico no topo do telhado. Além disso, as portas também podem ser completamente abertas para o gramado central que oferece espaço para um público.

Share
Yohan Augusto

☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.