16 de junho de 2019

ZIG mostra que o Brasil está bem representado no Dubstep com seu novo EP

A cena brasileira tem se consolidado e expandido cada vez mais, dando oportunidade para muitos novos produtores mostrarem seu trabalho e alcançarem seus objetivos. Uma das vertentes que ainda tenta buscar seu espaço é o Dubstep, poucos artistas que conseguem emergir no estilo, porém o jovem ZIG merece atenção com seu novo trabalho.

O jovem belenense Gabriel de Sá, começou sua carreira em 2014 apostando no Bass Music, focando bastante do Dubstep e Trap, mas sempre se mantendo mais na área de produção, atuando por trás dos holofotes. Nesse ano o jovem talento resolveu soltar seu EP de estréia “Invalid” contando com 4 faixas imponentes.

FortyFire” é um hybrid de muita qualidade, fundindo elementos de Dubstep e Trap. A segunda faixa é um som bastante experimental com uma levada Chill e se chama “Girl” e contou com a participação de Xoil. A terceira é um dos grandes destaque, a faixa que leva o mesmo nome do EPInvalid“, um dubstep com altas influências de Zomboy, basslines agressivos e uma melodia contagiante. A última faixa é chamada de “Zero” e também é um dubstep de extrema qualidade, contando com uma melodia mais misteriosa e um drop pesadíssimo, com basslines marcantes.

Com certeza um EP que merece toda atenção dos produtores e DJs do Bass Music. “Invalid” já está disponível pela RAGE no soundcloud. Confira:

ZIG

Facebook | Soundcloud

Sobre Redação WiR