16 de agosto de 2018

Batemos um papo exclusivo com Chuckie e Steve Andreas que acabam de lançar colaboração "Latino" traz toda a vibe latina para track e os DJs e produtores nos contam mais sobre a produção

O DJ e produtor holandês Chuckie e o caribenho Steve Andreas, acabam de lançar “Latino” pela Spinnin’ Records, sendo assim, uma das tracks mais esperadas até hoje. A track que traz uma vibe latina, já é apoiada por diversos DJs renomados do cenário como: Hardwell, Laidback Luke, W&W, Kryder, David Guetta, Dannic, Sunnery James & Ryan Marciano, Tujamo e muitos outros.

Introduzindo um pouco sobre cada DJ, Chuckie é conhecido por sua famosa marca Dirty Dutch – gravadora e festival, como artista, ele deixou suas lendárias habilidades de mixagem e produção fazerem toda a conversa. Ganhando dois prêmios MOBO, ele trouxe uma mistura de hip hop, house music latina e holandesa, levando-o a trabalhar com Trinidad James e Lupe Fiasco, enquanto remixava grandes artistas como Michael Jackson, P. Diddy, Rihanna e Sean Paul.

No início deste ano, ele se uniu à Childsplay para trazer o novo single de J Balvin, “Machika”, com a nossa estrela brasileira Anitta e Jeon. Fazendo-o entrar em círculo completo; do hip hop e da dança comercial nos anos 90, latinos e urbanos, e agora se reinventando novamente com uma forte música latina, encharcada do dance music contemporâneo.

Para isso, ele se uniu a Steve Andreas, um artista nascido e criado na ilha caribenha de Aruba, conhecido como um talentoso DJ e produtor especializado em diferentes estilos e gêneros musicais. Sua música é melhor descrita como uma mistura diversificada de estilos musicais feita eletronicamente, composta de melodias cativantes com um toque de ritmo e groove caribenhos.

Isso varia de moombahton e afro a house e urban, levando-o a trabalhar com artistas de sucesso locais e internacionais, como Chuckie, Mastiksoul, Dyna, Afro Bros, Jeon, MC Roga e Genairo Nvilla. Ele deixou sua marca com seu primeiro lançamento “Misunderstanding“, assinado por Chuckie no Dirty Dutch Digital, seguido por outros dois lançamentos na Cr2 Records.

Aproveitando o lançamento de “Latino“, entrevistamos Chuckie e Steve Andreas. Confira a seguir:

Vocês recentemente lançaram “Latino” e nós gostaríamos de saber como foi a experiência de trabalharem juntos nessa música?

Chuckie: Eu conheci Steve Andreas alguns anos atrás e ele me contou sobre o quanto ele queria se tornar um produtor de sucesso. Eu disse a ele que ele precisava encontrar um som único que o fizesse diferir de todos os outros. Ao longo dos anos nós sempre mantivemos contato e eu fiquei de olho nele porque eu prometi a ele que no momento em que eu ouvisse algo especial, eu o ajudaria mais e trabalharia com ele. Então, sentarmos juntos e fazermos música foi bem fácil, porque ele meio que entende meu processo de pensamento.

Steve Andreas: Chuckie e eu nos conhecemos há alguns anos. Temos compartilhado ideias sobre faixas e eu sempre mostrei a ele novas músicas que produzi. A experiência de trabalhar com ele foi ótima, nós literalmente fomos para frente e para trás em cada detalhe durante todo o dia. Quando ele estava se apresentando em Vegas, eu estava em Amsterdã fazendo um novo rascunho. Imediatamente após sua performance, ele trabalhava com sua parte e dava feedback enquanto eu dormia algumas horas (devido ao fuso horário) e então eu continuava com a faixa. Você aprende todos os dias com novas experiências na indústria da música e eu aprendi muito nessa experiência em trabalhar com Chuckie em nossa música “Latino“.

E como foi o processo de criação de “Latino“? De onde surgiu a ideia?

Chuckie: Então, como mencionei antes, eu sempre fiquei de olho em suas produções. Um dia ele me enviou sua primeira versão de Latino. Eu realmente gostei da melodia mas não fui convencido com todo o resto. Era meio que um disco de tech house tarde da noite, mas na minha opinião era muito comercial para um disco de techno decente. Então eu disse a ele que queria dar mais a sensação de um latim urbano e eu tive a ideia de usar a bateria do hiphop para dar uma sensação mais suja. O desafio, então, era ter certeza de que também seria interessante para uma pista de dança edm. Então passamos muito tempo fazendo o mix e o master, só para obter o equilíbrio perfeito.

Steve Andreas: Basicamente, tudo começou na minha casa, onde eu costumo tocar no Ableton toda meia noite quando chego em casa depois de um longo dia no estúdio. Foi uma melodia de flauta instantânea que me chamou a atenção, e eu já me sentia tão bem com a melodia e pensava comigo mesmo: “É isso aí“. Então, quando eu mandei para Chuckie, ele instantaneamente também sentiu a ideia, mas queria outra versão dela. Então eu pensei comigo mesmo, que eu queria uma versão dessa faixa que podia passar pelos alto-falantes com um som novo e fresco, onde a casa e a vibe urbana são combinadas com uma vibe latina em uma faixa. No momento em que tivemos a versão final, sentimos ela seria única!

Chuckie, você estará tocando no Tomorrowland daqui a alguns dias. O que seus fãs podem esperar sobre sua apresentação?

Chuckie: Estou muito feliz por tocar no Tomorrowland. Vai ser uma configuração diferente para mim porque estou tocando em dois palcos diferentes. No primeiro dia, estou fazendo um grupo de hip hop ao lado de Lil Pump e French Montana. No segundo dia, estou fechando o palco da Nervo Nation. Você já pode imaginar que eu estou fazendo dois sets diferentes e tenho que te dizer que estou super empolgado!

Steve, este ano você também lançou o “Mascara“. Você poderia nos contar um pouco mais sobre essa faixa?

Steve Andreas: Como DJ e produtor, eu libero uma seleção de músicas de clube por conta própria, essas músicas recebem apoio de DJs tocando em todos os lugares nos clubes e festivais… Especialmente aqui, na Holanda. “Mascara” foi uma das minhas últimas faixas, tem uma forte vibração urbana misturada com uma batida downtempo de Moombahton. Mais faixas e remixes como esta podem ser encontradas no meu perfil do Soundcloud.

Você possuem alguma faixa favorita para tocar neste momento?

Chuckie: Keke… Do you love me… hahaha, brincadeira! Eu adoro tocar Latino porque é novo e adoro ver a multidão enlouquecer nesta música.

Steve Andreas: Para ser honesto, minha música favorita no momento é Latino, as pessoas estão se acostumando e toda vez que eu toco eu ainda fico arrepiado!

E quais são o plano de vocês para este ano?

Chuckie: No momento, estou apenas tentando terminar a turnê de verão. Depois do verão, meu foco estará no estúdio. Eu estou construindo outro um novo estúdio enquanto falamos, então eu mal posso esperar para escrever algumas novas músicas lá!

Steve Andreas: Há muitas músicas novas para terminar este ano, então meu plano é trabalhar o resto do ano no estúdio com novas músicas. Já existem alguns planos muito legais na minha agenda para 2019. Espero que minha música espalhe pelo mundo e que todas as pessoas possam entender minha vibe.

E por último, deixem uma mensagem para os fãs brasileiros de vocês!

Chuckie: Eu sei que não estive no Brasil há algum tempo, mas eu prometo que vou voltar em breve com uma turnê completa! Obrigado!

Steve Andreas: Brasil, obrigado pelo seu apoio até agora em Latino, vocês são demais! Espero que algum dia eu possa trabalhar com alguns artistas do Brasil, porque eu realmente amo a língua e a música do daí! Te amo muito Brasil!

Sobre Amanda Nakao

Amanda Nakao
Gosto de pizza.