Carnage entra no house com “KTM” e estreia de Alias Gordo

Carnage está tomando conta da cena house com a estreia de seu novo apelido de house, GORDO, e a nova faixa “KTM”, agora lançada pela Ultra Records. “KTM” liderou o lançamento do projeto GORDO, expandindo o extenso corpo de trabalho do Carnage no house music. Com vários shows esgotados do GORDO já em seu currículo, incluindo o icônico Club Space em Miami e o Super Bowl Weekend de 2021 em Tampa, GORDO abriu o caminho para ser o DJ house mais badalado de 2021. “KTM”, que consiste em uma linha de baixo excitante e vocais cativantes, está em construção há mais de 3 anos enquanto obtinha suporte para trabalho em andamento de alguns dos melhores DJs do mundo, incluindo Sebastian Ingrosso, FISHER, Diplo e Joseph Capriati.

“Não há dúvida de que ‘KTM‘ é a única faixa que define exatamente quem eu sou como artista neste exato momento no tempo. Essa música surgiu após anos de autodescoberta através da música e de mente aberta para novos modos de vida e inspirações . Este é o começo de um novo eu.” – Diamante Blackmon/Carnage/GORDO.

Carnage fez seu nome quebrando as regras e se mantendo fiel a si mesmo. O artista residente no Havaí se estabeleceu como o atual campeão do hard bass e trap music com sucessos iniciais, mais tarde sendo um dos primeiros artistas a fazer a transição da música eletrônica para o hip-hop, estilos de rap e agora house music. Antes de lançar seu selo Heavyweight Records em 2017, Carnage lançou hit após hit, como “I Like Tuh” com ilovemakonnen, “Bricks” com Migos, “Down for Me” e “Guala” com G-Eazy, “Homie” com Meek Mill e Yung Thug, “Learn How to Watch” com Mac Miller e MadeInTYO e “iShyne” com Lil Pump. Depois de fazer uma pausa na música e fazer uma turnê em 2018 para se concentrar em sua saúde mental, Carnage mergulhou de cabeça nisso com seus sucessos “Letting People Go”, com Prinze George, e “Wait For Me”, com G-Eazy e Wiz Khalifa. Em parceria com a fundação RAICES, o videoclipe de “Letting People Go” aumentou a conscientização dos imigrantes na fronteira dos Estados Unidos com o México e retratou a viagem da família Carnage à América, coberta pela TIME e dezenas de outros veículos.

Mais informações de Carnage/Ultra Records:

Editor-Chefe deste portal, sempre ouvindo algo diferente do comum...