Com um talento nato e sempre ligado na música, conhecemos Nato Medrado

A música eletrônica possui uma versatilidade que, para enxergar, precisaríamos de muito tempo para estudar e analisar tudo que surge nas paradas e nos rádios mundo afora. Em Campinas, um apreciador dessa música se inspirou no rádio e atualmente, expandiu o seu som apresentando a variedade e as formas de como a música pode conquistar um fã.

Nato Medrado é o nosso entrevistado e contaremos como a sua paixão, de um mundo analógico expandiu para o digital e como isso trouxe diferentes experiências e vivências inesquecíveis na sua carreira até aqui.

Nato Medrado no Laroc/Foto: Sigma F.

Com mais de 17 mil seguidores nas redes, Nato é referência no Progressive House no Brasil e possui mais de 15 anos de carreira. Misturando vertentes como House, Progressive, Techno e outros, Renato Medrado mostra que pode transmitir diversas sensações em suas produções ao longo de sua carreira.

De Campinas, Renato sintonizava na Educadora FM em seu popular programa: o Rota 91. “O rádio era muito influente, então se a gente queria ouvir alguma coisa nova ou alguma faixa que nós não ouvíamos, tinha aquele programa que normalmente sintonizávamos ali e eu ouvia o que estava tocando, né? No meu caso fui influenciado, dessa maneira, a gostar de música eletrônica, comecei ouvindo dois programas que existem até hoje em Campinas: o Rota 91 da Educadora FM, clássico que toca a parte de House Music, mas é aquele house verdadeiro, esse programa já está quase trinta anos no ar tocando o mesmo estilo de som, independente das modas. O outro era o Super Pista que existe até hoje”.

Dessa maneira, Nato se interessou pela música eletrônica e iniciou os trabalhos para começar a mixar pelas pistas. Sua busca foi intensificando e oportunidades foram surgindo, Nato iniciou a tocar nas festinhas que o irmão e amigos organizavam.

“Era muito difícil o acesso as músicas, era vinil, aí estava entrando CD, o MP3 estava começando… Você não tinha muito acesso para ter essas músicas, né? Nem existia o Beatport, não tinha como comprar música, porque não existia música digital, você tinha o CD. A internet era muito lenta, horas e horas para baixar um WAV…”, complementa.

Nessa busca pela diversificação no repertório, surgiu uma paixão. E ouvindo esse álbum, Nato Medrado decidiu investir em sua carreira como Produtor Musical e Musicista: “Meu, quando eu vi o Daft Punk aquele álbum deles, o Homework. Eu não conhecia assim, não estava no meu mundo”.

Ao ouvir a faixa “Da Funk”, o menino Renato começou a buscar como aquela melodia surgiu e daí veio o início dos estudos para se tornar produtor musical. – “Eu precisava saber como aquele cara tá fazendo aquela melodia. Fui pesquisando, fui entendendo, aí baixei o FL Studio e aí como todo produtor novo, sei lá, tinha quinze anos, aí você vai pegando o gosto pela coisa”.

Hoje, Nato Medrado possui mais de 35 mil ouvintes mensais no Spotify e lançou em diversas gravadoras. Dentre elas, a Armada Music, Global Underground, Le Club Records e outras, que fizeram o trabalho do Campineiro crescer e ampliar cada vez mais.

Além disso, o artista possuiu diversos suportes, além de Armin van Buuren, DJs e produtores como Carl Cox, Pete Tong e Roger Sanchez. Adicionando também o reconhecimento de Gui Borato, sua maior referência e inspiração na carreira.

Renato Medrado não focou exclusivamente em seu projeto principal, ele já investiu em outro nome chamado “Audio Magic” – “Eu tive um outro projeto chamado Audio Magic, quando eu tinha entre 17 e 19 anos, era época do Orkut, estava muito em alta o Electro House e cheguei a tocar muito com esse projeto. Nesse tempo conheci o meu atual empresário, o Felipe e ele entrou num concurso de remix, viramos amigos e aí teve uma mudança, entrei como Nato Medrado”.

Com o andar da carreira, surgiu uma chance de ouro que foi a entrada pela Armada Music – “Recebi um convite da Armada Music, foi até meio estranho, e no e-mail ele falava: ‘gostei do seu som, manda músicas pra mim…’. E eu mandei sete, oito faixas para ele. E ele complementou: ‘eu quero lançar um álbum seu na Armada Music’. E isso para mim foi um choque no começo”.

Without Name” foi lançado em 2017 e foi o primeiro álbum de Nato pela Armada. O título possui misturas de techno, house e progressive, e conta com 14 faixas. Nessa, o brasileiro saiu em turnê e passou por vários eventos em Guarapari, GreenValley, Universo Paralelo, Laroc, Carnaval de BH e outros. Exclusivamente em Belo Horizonte e Valinhos, Nato Medrado teve a honra de dividir palco com seu chefe, Armin van Buuren, e teve a oportunidade de compartilhar e conhecer melhor o artista holandês.

Nato Medrado com Armin van Buuren/Foto: @sigmaffotografia

Eu tive a oportunidade de dar o vinil de meu álbum para o Armin, apesar da correria da turnê o cara foi sensacional! É bem legal, foi uma coisa bem natural.”, disse Nato.

Nessa conversa, falamos como surgiu a sonoridade do Progressive House em suas produções e como poderíamos prever as pistas nessa retomada dos eventos – “Eu tenho duas referências masters. Um é o Gui Borato, para mim ele é o maior produtor da história do Brasil, é o cara número 1. E eu gosto da Anjuna, tive a oportunidade de tocar com Above & Beyond. Quando lancei na Armada, eu acho que a sonoridade (do Progressive House) ainda não estava pronta para estourar aqui no Brasil, as coisas demoram para chegar aqui e o público absorver e entender o estilo”.

Para o produtor, o Progressive House será um dos maiores destaques nessa retomada e isso poderá explicar o processo do fã da música, explorar todas as áreas e estilos que estão se destacando em nosso país. O Ftampa também citou isso em entrevista que fizemos em nosso portal.

Prosseguindo pela produção, Nato conta algumas dicas para se destacar no mercado através da música. E entre elas, se destacam a disciplina e o conhecimento. Nato leva, há mais de 15 anos, essas táticas para conseguir produzindo e impactar o mercado de formas positiva e autoral.

“Acredito muito que não se forma produtor da noite para o dia, tem que estudar muito e outro termo que levo comigo há 15 anos é ‘disciplina’, tem que pesquisar muito, tem que testar muito, tendo disciplina e estudo e fazendo todos os dias, você consegue.”

Renato enfatiza também e critica os produtores que seguem a onda do momento: “Se você produz algo genérico, você vai ser sempre sombra de alguém, se você produz algo original sempre vai ter alguém que vai ser fã pela sua originalidade”.

Outra pauta que Medrado leva em sua vida é a importância da saúde mental, e isso acabou inspirando para trazer músicas especiais para meditação. Em meados de 2011, o DJ sofreu um forte esgotamento mental que o levou para o hospital e, com isso, foi se tratando e levou essa importância pelo bem-estar mental em suas músicas.

Com a busca de práticas de meditação e ioga, o artista viu como essas atitudes foram os pilares para manter a sua vida equilibrada. Nesse ritmo, veio a música “Out of The Dark”. Uma faixa que fala sobre a saída da escuridão, de um mundo monocromático para uma realidade mais livre – “Ela passa um sentimento de paz, de tranquilidade. Não é fácil exercer o que você ama e é difícil manter esse equilíbrio de vida pessoal e dos palcos. E nós, como seres humanos, buscamos objetivos para a vida e com essa pandemia, muitos sonhos foram rompidos e a importância da saúde mental está atrelada a isso”.

Ouça “Out of The Dark” e sua versão de meditação:

Um dos destaques da carreira de Nato Medrado é o “Symphony of Journey” lançado pela BE-AT.TV em 2020. Inspirado no Cercle, a equipe de Nato aproveitou a nova Ponte inaugurada em Hortolândia-SP e produziu um concerto com 50 músicos da Banda Sinfônica de Hortolândia feito exclusivamente por Medrado com auxílio de um Maestro para a elaboração dos arranjos. O evento contou com mais de 100 profissionais envolvidos para a gravação e a produção do especial.

Nato Medrado no Symphony of Journey/Foto: Cadu Fotografia.

“Foi INCRÍVEL! Foi um dos projetos mais legais que eu vi em termos de projeção, agradeço toda a equipe, foi bem legal mesmo.” – disse Nato Medrado à Wonderland.

Atualmente o concerto está disponível no YouTube. Veja:

E finalizando nosso papo, Nato falou sobre o que virá de suas novas produções neste segundo semestre do ano. E temos informações exclusivas que serão 5 novas produções até o final do ano e, quem sabe, um novo álbum para 2022 com turnê exclusiva.

“Temos mais cinco músicas para sair esse ano, incluindo um novo remix para o Bhaskar (meu primeiro remix é minha música mais ouvida no Spotify) ele me deu essa oportunidade mesmo fazendo um estilo totalmente diferente então eu acho legal.” – disse Nato Medrado.

Ouça o último lançamento de Nato Medrado: