24 de abril de 2019

DJ de Brasília diagnosticada com câncer ganha festa unindo 14 coletivos de música eletrônica

Recentemente, a vida da DJ brasiliense de techno Dai Monteiro mudou repentinamente. Seu diagnóstico de um câncer no colo do útero em estágio 3 (para um máximo de 4) causou uma verdadeira comoção na cena eletrônica da cidade. Desde então, amigos, colegas e conhecidos uniram-se para ações como uma vaquinha online e, neste sábado, 02 de fevereiro, uma festa de música eletrônica cujos lucros serão revertidos para o tratamento da DJ, de 33 anos.

Em um período de grande despertar de sua consciência, Dai encara o futuro de forma positiva e feliz com o grande círculo de apoio que se gerou. Esta história é uma das muitas que mostram o poder que a música tem de unir as pessoas e de exercer cidadania. Se você está pela região, não perca esta festa, que vai unir 14 dos melhores coletivos de música eletrônica da cidade no espaço SubDulcina, conhecido pelo cenário underground brasiliense. Saiba mais.

Caso você não possa participar do evento, há também a opção de contribuir para a vaquinha online neste link.

-> Coletivos envolvidos: 5uinto, AfreakA, Balada em Tempos de Crise, Boogie, Crazy Cake Crew Podcast – CCCP, FEMEMANASMY HOUSE, Parque Sonoro, sintra FM, SNM, SUJO, Universo Paralello Festival, Vap∅_r.
-> Data: Sábado, 2 de fevereiro de 2019 – 22h30.
-> Local: Sub Dulcina (entrada por baixo, ao lado da Casa do Chocolate).
-> Lineup: Paula Torelly (M.A.N.A.S) b2b Lethal Breaks (Parque Sonoro), Nimic (M.A.N.A.S), Dai Monteiro (M.A.N.A.S) b2b Komka (5uinto), Oblongui b2b Brooks (CCCP), Diones3000 (Sintra) b2b Tonny Rocks (Vapor/CCCP), Kaká (BTC) b2b Fibo (Boogie), Cxxju (Sujo) b2b Data Assault (SNM).
-> Hostess: Peluquero & Caixote.
Ingressos online no Sympla:clique.

Sobre Redação WiR