12 de dezembro de 2018

Em entrevista, Sultan + Shepard nos contam sobre o primeiro álbum que sai em 2019 2018 anda sendo um ano com diversos lançamentos e novidades do duo canadense

Ao longo da última década, o duo canadense Sultan + Shepard se estabeleceu como uma das principais parcerias da dance music; seu talento em produção os levou a colaborar com renomados artistas, como: Tiesto, Dillon Francis e Fedde le Grand, além de artistas pop icônicos como Coldplay, Ed Sheeran, Lady Gaga e Madonna.

O trabalho deles rendeu inúmeras indicações de prestígio, incluindo um JUNO de Melhor Música Dance e uma indicação ao Grammy por seu remix de “Locked Out of Heaven“, de Bruno Mars. Em 2013, eles receberam o prêmio canadense de compositores, pela Canção Internacional do Ano por “Bad“, o single multi-platina que eles co-escreveram ao lado de David Guetta, Showtek e VASSY.

A capacidade coletiva do Sultan + Shepard de criar músicas que se sintam em casa tanto no rádio quanto no palco do festival, bem como um compromisso atemporal com seu ofício, levou o Sultan + Shepard a um lugar bem merecido no topo.

Entrevistamos o duo recentemente e após nosso bate papo, na mesma semana, eles lançaram o novo single “Louder” pela Armada Music, e que anda indo muito bem nas paradas gringas. Confira nosso bate papo a seguir:

Um dos seus últimos lançamentos é “I Got 5 On It“, que é uma nova versão do Luniz. De onde surgiu a ideia desta música e como foi o processo de criação?

Nós crescemos com a versão original do Luniz – foi uma grande música para nós quando éramos mais jovens e sempre cantamos e ouvimos no rádio. Nós amamos a ideia de lançar antigas músicas e enquadrá-los de uma maneira completamente diferente, e aquele era sempre um que nós costumávamos conversar. Então um dia, nós decidimos tentar e foi muito divertido. A música original é realmente sombria e mal-humorada, mas o vocal é realmente divertido, então pensamos que seria legal dar uma vibe de verão na piscina e nós apenas amamos como eles se encaixaram.

Além disso, recentemente vocês lançaram “Ready” com o Tritonal. Como foi a experiência de trabalhar com eles?

Conhecemos o Chad e o Dave há algum tempo. Eles são nossos irmãos porque começamos na mesma época e ainda estamos curtindo! Nós sempre nos deparamos com eles em festivais e festas e eles são apenas caras realmente talentosos que, como nós, evoluíram sua música ao longo dos anos em novos lugares sem comprometer quem eles são como artistas.
Nós continuamos conversando: “oh, devemos fazer alguma coisa, devemos fazer algo“, e então, finalmente, fizemos isso. Nós conversamos muito sobre fazer algo melódico e progressivo, porque esse som é algo que tanto eles quanto nós realmente temos na base de nossa sons. Então nós enviamos coisas de um lado para o outro até que terminamos com “Ready” e parece atual, mas também tem um sentimento muito clássico.

Vocês estão sempre tentando inovar a música de vocês a cada lançamento, por isso devem tirar muitas influências. De onde surgem suas inspirações?

Nós realmente nos inspiramos em muita música. Ouvimos tanta música, tanto mais antiga quanto mais recente, embora hoje em dia um monte de coisas antigas – do rock alternativo dos anos 90 e do hip hop à música pop dos anos 2000, ao new wave dos anos 80, ao clássico trance e house.
Nós sempre queremos colocar a sensação da música que nos inspirou em nossa música e dar uma reviravolta ou um sabor do que está acontecendo agora, para que uma música possa parecer clássica e totalmente nova ao mesmo tempo. Isso é realmente o que tentamos fazer. Além disso, como viajamos muito, ouvimos como os sons diferentes são populares em diferentes partes do mundo. Assim, podemos passar uma semana no Brasil, por exemplo, ou na Índia, e nos expor a novos sons e depois trazê-los de volta para nossas produções.

E qual é a sua track favorita para tocar agora?

Nós amamos a música do Thomas Newsom, Ragga da Revealed Recordsdo Hardwell. Também Me & My Toothbrush – Push The Tempo, Corey James 12 O’clock e Roulsen-Rumble são alguns dos nossos favoritos.

Podemos dizer que vocês estão se divertindo muito este ano e queremos saber: quais são seus planos para o restante de 2018?

Nós teremos uma nova música que sairá todo mês pelo resto do ano e então nosso primeiro álbum em janeiro de 2019! Então estamos trabalhando duro nisso – está quase pronto, mas temos mais algumas músicas para serem finalizadas. É realmente emocionante e muito diversificado – eu acho que haverá muita música em que as pessoas estarão viciadas, mas também surpresas com o que fizemos. Nós amamos tantos estilos diferentes, então queríamos mostrar um monte de sons diferentes. Há algumas coisas realmente caseiras, algumas coisas de discoteca, algumas coisas melódicas mais profundas, algumas coisas de Future House também… Então estamos muito animados!

E existe alguma possibilidade de vê-los no Brasil este ano? Deixem uma mensagem para seus fãs brasileiros!

Nós não temos planos de estar no Brasil este ano, mas esperamos que isso mude ou nós iremos por causa da turnê do nosso álbum no ano que vem! Para todos os nossos fãs brasileiros, nós amamos vocês e seu lindo país e mal podemos esperar para voltar e festejar com vocês! Obrigado por todo o seu apoio.

Sobre Amanda Nakao

Amanda Nakao
Viciada em criar pautas para DJs e ir a shows de música eletrônica.