23 de outubro de 2019

Entrevista: Joris Voorn é a pura definição de perfeccionismo e dedicação

Joris Voorn está no epicentro da cena da música eletrônica holandesa, um dos artistas mais renomados da Holanda, representando o house e o techno underground de uma forma muito envolvente. Em 2016, poucos poderiam negar que Amsterdã é a capital global da música eletrônica e poucos artistas incorporam o caldeirão de influências musicais que definem a cena underground da cidade, mais do que Joris Voorn.

Joris é a personificação do moderno DJ, que é apaixonado por arte e tecnologia, com os dois pés firmemente plantados no mundo techno underground, mas com um olhar aguçado para a arte contemporânea, a fotografia e um antigo amor pela arquitetura (você só precisa checar o seu Instagram).

Recente, Joris lançou uma música “Ryo” em homenagem ao seu filho. O holandês que apesar de uma rotina frenética de shows, consegue ainda conciliar seus hobbys, filhos, família e produção musical nas horas vagas.

Com um set e produções hipnotizadoras, Joris Voorn conquistou uma legião de fãs e tornou-se um dos nomes indispensáveis para os eventos underground, assim como, nos clubs renomados aqui no Brasil. Vide ser o primeiro headliner do Ame Club e tocar diversas vezes no Warung Beach Club. Leia nossa entrevista exclusiva com o holandês a seguir:

Oi Joris, é um prazer em falar com você. Você acabou de lançar o seu último single “Ryo“, dedicado ao seu filho Rioma. Ao escutar essa música, podemos sentir uma grande energia e também uma melodia

Uma descrição em três palavras seria: otimista, positiva e aventureira. Essa poderia ser uma descrição de três palavras para o meu filho também. Eu criei isso em parte com meu filho ao meu lado e ele aproveitou cada segundo!

Além disso, “Noa” também foi lançado, resultando em um incrível EP. Você se considera “perfeccionista”?

Sim, eu me tornei perfeccionista ao longo dos anos e estou ciente disso. No início da minha carreira, o ponto principal foi obter reconhecimento, mas isso mudou para o perfeccionismo ao longo dos anos. Esta é também a razão pela qual alguns dos meus álbuns me levaram vários anos para terminar. A vida de um músico é mais difícil quando você quer que tudo seja perfeito haha.

E você poderia nos contar mais sobre o seu novo sintetizador Prophet-6? Principalmente porque você está fazendo ótimas melodias com ele.

Eu amo tanto esse sintetizador que parece o meu terceiro filho, haha! Tudo parece tão orgânico e único nele. A melodia de Ryo foi inventada enquanto tocava neste sintetizador. Uma rápida gravação estéreo de 1,5 minutos se tornou a base da música. Tentei repetir o padrão de sintetizador depois, mas nunca consegui o mesmo som. Essa pode ser a maldição do Prophet-6… Então, eu decidi usar a primeira gravação que fiz na minha versão final da música e eu realmente gostei do resultado.

Seu remix de Walls foi um enorme sucesso. De onde surgiu a ideia de remixar a faixa de Yotto?

Bem, eu amo a música do Yotto e gostei muito da faixa original. Pra ser sincero… Eu não escolhi a faixa, mas a faixa me escolheu. Eu estava em casa ouvindo essa música, e podia me imaginar fazendo um remix. De repente, eu tive muita inspiração para um remix e é assim que a ideia nasceu. Eu trabalhei nisso por um longo tempo e estou feliz em ver todo este feedback positivo.

Os seus sets no Awakening são sempre mágicos! Quando você está tocando em grandes eventos como esse, você tem algo em mente ou deixa seus sentimentos guiarem você?

Eu sempre preparo meu set, então eu definitivamente tenho algo em mente. Mas eu não tenho uma playlist ou um pedido específico. Eu principalmente vou com o fluxo e tento ser guiado pelo público. Quando você toca em um festival ou em um show por várias vezes, sabe quais músicas ou remixes serão boas. Por isso, mantenho-as no fundo da minha mente e deixo-as quando penso que é hora.

E o que te inspira quando você está produzindo?

Como você pode ver no meu último lançamento, uma das coisas que me inspiram é a minha vida diária. Eu também encontro inspiração em outros artistas. Eu ouço uma grande variedade de músicas, então quando ouço algo em uma peça clássica que me inspira, eu apenas tento criar algo parecido. A inspiração pode realmente vir de tudo.

As pessoas que seguem você nas redes sociais sempre veem sua paixão pelo skate. Você pode nos contar mais sobre os seu hobby?

Patinar era um grande passatempo para mim quando eu era mais jovem. Anos depois quando DJ e produção se tornaram o meu trabalho, eu realmente não tinha muito tempo para andar de skate. Agora eu tenho tempo para fazer isso, porque eu amo fazer alguns exercícios.

Você é pai, um dos melhores nomes da indústria musical e sempre tem uma agenda lotada de shows. Como você lida com a sua saúde mental?

Eu tenho uma vida agitada, não posso negar isso! Às vezes é difícil encontrar um equilíbrio entre estar em casa para minha família e fazer turnês. Mas todo mundo que trabalha muito, tem que lidar com o estresse em algum momento, então é apenas parte do trabalho. Eu tento estar em casa o máximo possível para fazer coisas com meus filhos, mas é um desafio combinar essas duas vidas. No entanto, acho que estou lidando muito bem com isso.

Você sempre está tocando no Warung Beach Club no Brasil. Como você se sente em relação à sua conexão com o club?

Warung é ótimo e é um dos melhores clubes do mundo se você me perguntar. Eu realmente gosto do Brasil e do público brasileiro. O público tem uma energia inesgotável, cada show que toco lá. Essa é realmente a vibe que você quer ter como DJ!

Foto: Gui Urban | AME Club
Foto: Divulgação | Warung Beach Club

Qual é o maior conceito por trás do Spectrum Radio e também sua gravadora?

À medida que evoluí como artista, procurava novas maneiras de expressar minha criatividade. Spectrum foi realmente uma maneira de eu combinar tudo o que eu amo. Como eu disse antes, a fotografia sempre foi um dos meus hobbies. Com o Spectrum, tive a chance de combinar minha paixão pela música e meu hobby fotográfico. Comecei a organizar minhas próprias noites, depois tive a oportunidade de apresentar um programa de rádio, criar meu próprio selo e agora estamos aqui.

E o que podemos esperar de você durante a temporada de verão européia e pelo resto do ano?

Eu tenho muitos shows na Holanda na minha agenda… Amsterdam Open Air, Awakenings Festival e mais. Também vou tocar no Tomorrowland neste verão e você também pode me encontrar em Ibiza, muitas vezes, estou muito animado para isso.

Muito obrigada pela conversa! Você poderia deixar uma mensagem para seus fãs brasileiros?

Meus queridos amigos e fãs brasileiros, obrigado por todo seu apoio. Eu sempre gosto de ir ao seu país! Mantenha a alta energia e vejo vocês no Warung, espero que em breve! Cheers 😉

Sobre Amanda Nakao

Amanda Nakao
Viciada em criar pautas para DJs e ir a shows de música eletrônica.