23 de maio de 2017
pt-bren
Início / Entrevistas / Entrevistamos o polêmico Borgore no Lollapalooza Brasil

Entrevistamos o polêmico Borgore no Lollapalooza Brasil

Reconhecido como um dos artistas mais destruidores e polêmico da cena dubstep de sua geração, o produtor, compositor e DJ de 29 anos tem sido tão atraente quanto suas multissensoriais e surreais produções de shows.

Foto: Cybele Malinowski

A trajetória de uma década de conquistas de Borgore inclui a criação de sua própria gravadora, a Buygore Records, de palcos da Buygore em festivais como Escapade e Electric Zoo, o papel de headliner e apresentações com recordes de público em eventos como o Tomorrowland, Made in America, Ultra e EDC Las Vegas, uma série internacional de rádio semanal, a “The Borgore Show”, e colaborações com grandes nomes da música como G-Eazy, Miley Cyrus, Waka Flocka, Flame e Diplo.

Ouça a mais recente música de Borgore, aqui.

Confira nossa entrevista exclusiva com um dos artistas mais polêmicos da música eletrônica:

WiR: Você já conquistou quase tudo na sua carreira. O que o mantém sempre inspirado?

Borgore:  Pode parecer um pouco inesperado para uma artista de Dubstep, mas a maior parte da minha inspiração vem de ouvir Jazz. A música estimula a minha criatividade e me ajuda a buscar algumas coisas surpreendentes musicalmente

WiR: Pode nos dizer um pouco sobre seus planos para o futuro?

Borgore: Já faz um tempo que tenho pensado na ideia de fazer um álbum de Jazz e estou muito feliz que isso está para acontecer de verdade agora. Além deste projeto, eu estou tentando ir para longe da cena EDM de hoje. Meus recentes lançamentos são todos dubsteps bem agressivos, que é mais o estilo de onde comecei do que eu tentar escrever a próxima canção pop das paradas

 

WiR: Você foi membro de uma banda de Deathcore, o que o fez mudar para o dubstep?

Borgore: Eu cavei a crueza da cena e toda essa atitude. Sou parte disso há anos e ainda me encanta

WiR: A cena do dubstep no Brasil ainda é pequena comparada aos Estados Unidos, mas você é um artista que sempre está por aqui. Você acha que nossa cena ainda pode crescer?

Borgore: Há sempre espaço para crescimento, mas já estou emocionado com o quanto o mundo parece amar Dubstep nos dias atuais.

WiR: O que você acha do Brasil e dos fãs brasileiros?

Borgore: Eu amo vocês, hoje foi incrível. Definitivamente um dos meus shows mais incríveis aqui, espero voltar em breve

WiR: Depois de todos esses anos, você ainda tem algum sonho que ainda deseja realizar como um DJ?

Borgore: Eu não me vejo como um DJ, me vejo mais como um produtor e estou muito feliz com isso. Fico sonhando, um novo sonho vai aparecer na minha cabeça. No dia seguinte outro sonho. Nós só temos que esperar

WiR: Como você pode descrever seu show aqui no Lollapalooza?

Borgore: Foi um dos melhores shows que já fiz. A multidão estava eufórica, a produção estava no ponto e eu me diverti muito aqui

Sobre Yohan Augusto

Yohan Augusto
☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.

Veja Também

Alan Walker

Confira nosso bate-papo exclusivo com Alan Walker na Electric Zoo Brasil

Alan Walker, DJ e produtor britânico-norueguês, ganhou notoriedade mundial após o lançamento do single “Faded”, em …

Chris Lake

Conversamos com um dos produtores mais talentosos da nova geração, o Inglês Chris Lake

Chris Lake é o tipo de pessoa que nos faltam adjetivos para enumerar suas características …