Especial DGTL: Conheça todas as atrações internacionais imperdíveis do festival

A DGTL 2022 está chegando e promete ser um evento histórico, isso porque, além da espera acumulada nestes últimos dois anos, a produção do evento caprichou e selecionou os artistas a dedo, garantindo grandes nomes para o dia 9 de abril, no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo.

Em outra oportunidade, detalhamos os trabalhos dos DJs nacionais do line up, para conferir as matérias sobre o evento, basta clicar aqui. Hoje, a WiR irá apresentar cada uma das atrações internacionais presentes no line, apresentando todos os artistas que farão parte deste grande festival.

O evento contou com a presença de um led da DGTL, evento que também retorna ao Brasil neste ano. Foto: Stp Denilson

Amelie Lens

Um dos nomes mais respeitados de todo o line up, a belga Amelie Lens é um dos nomes mais aclamados quando o assunto é techno. Aos 31 anos de idade e uma carreira relativamente curta, Lens é considerada referência por muitos e coleciona passagens em festivais de respeito ao redor do mundo, como Time Warp, Awakenings, Tomorrowland, Sonus Festival e irá tocar no próximo Ultra Music Festival, no final deste mês de março.

The Blessed Madonna

The Blessed Madonna é um dos grandes nomes da house music que figuram no line up do festival. Expoente do Chicago House, The Blessed Madonna comanda as pick ups desde os anos 90, a veterana, inclusive, se chamava The Black Madonna, e recentemente mudou seu nome. Outro marco interessante em sua carreira, foi quando foi convidada para fazer uma participação especial no jogo GTA V, no qual fez uma participação especial. Conhecida por sets de vinil vibrantes e emocionantes, ela sempre traz uma energia contagiante para as pistas de dança.

Innellea

Outro nome que chama muita atenção no line up é o do Michael Miethig, mais conhecido como Innellea, que ganhou grande destaque quando, recentemente, participou de um set especial para a Cercle, em uma apresentação impecável na Índia. Innellea é um DJ de techno que possui um som bem abstrato e com a presença massiva de sintetizadores, o que chama bastante atenção e que combina muito com as suas apresentações no formato live. Com certeza, um dos DJs que promete muito em uma apresentação ao vivo e cheia de energia.

Jan Blomqvist

Outro DJ nesse formato é o Jan Blomqvist, que além de DJ, é vocalista e lider de uma banda. Com vocais inconfundíveis, o DJ também já se apresentou pela Cercle ganhou destaque com seu single “The Space In Between, que de brinde, ganhou um belíssimo remix do Ben Bohmer. Blomqvist é um artista solo e que inventou o techno de concerto: com vocais de sonho e batidas simples.

Len Faki

Len Faki é um DJ de techno e minimal techno, simplesmente residente do club mais icônico e misterioso do mundo, o Berghain, a balada que acontece em uma antiga central nuclear abandonada, em Berlim, na Alemanha, e que é considerada uma das melhores do mundo. Conhecido pelo forte senso de trabalhar uma multidão, a apresentação dele no palco Modular é uma das mais aguardadas da noite.

I Hate Models

Com músicas inspiradas em nostalgia, paixão, sonhos e alucinações, I Hate Models é outro nome que desperta a atenção. Os amantes de techno com certeza já ouviram falar do parisiense, que já estreou em solo brasileiro e transita em som agressivo e com influência industrial e punk, certamente teremos um set de tirar o fôlego na noite do festival no palco Generator.

Dax J

O britânico está retornando ao festival após quatro anos, sendo um dos nomes do aguardado palco Generator. Na última passagem pelo Brasil, Dax J se apresentou na DGTL de 2018 e entregou um set excelente. Conhecido ao redor do mundo pelos closing sets gigantes, Dax J já foi classificado pelo Resident Advisors entre os 100 melhores DJs do ano, em 2016.

Denis Sulta

Outro britânico da lista, é Denis Sulta, atração do palco Frequency na noite do festival. Sulta conquistou o mundo com percussões vibrantes e melodias maravilhosas. Criando uma vibração sempre ilustre na pista, ele tem apresentações marcantes em diversos clubes conceituados e festivais, como o Time Warp Festival, realizado em São Paulo, além de uma apresentação marcante pela Cercle, na França.

Gerd Janson

O alemão Gerd Janson, é um dos DJs mais respeitados do mundo do house e do techno, um dos donos da gravadora Running Back e membro da Academia de Música da Red Bull. Um artista original e de caráter realista que transmite sets marcantes e que reconfiguram os clássicos que você já conhece. Na DGTL, ele irá marcar presença no palco Frequency.

KlangKuenstler

Diretamente da Baviera, Alemanha, para o palco Generator, KlangKuenster produz uma espécie de Tech House com influências de jazz, country e clássico. Com raízes musicais dos clássicos do techno de Berlim, dos anos 90 e dos início dos anos 2000, KlangKuenster promete surpreender os presentes com um estilo de som singular.

SPFDJ

A artista sueca SPFDJ é mais conhecida pelo som pesado e groovy, com lançamentos de grandes no selo próprio, Intrepid Skin. Residente da série de eventos de Berlim Herrensauna, Lina Jonsson tornou-se internacionalmente conhecida em 2018, com a estreia no Boiler Room. É conhecida por inspirar libertinagem e hedonismo encharcado de suor em escala internacional SPFDJ, estabelece uma presença marcante no palco, cheia de energia, estilo e de atitude.

Melanie Ribbe

Ela é alemã, mas foi criada na Jamaica. Melanie Ribbe carrega a paixão pela música eletrônica desde a infância, onde começou a gravar mixtapes de cassetes em branco, aos 8 anos de idade. Hoje, a DJ e produtora é chamada de “Anjo do Techno” e tem passagens regulares em locais estimados da dance music: Amnesia Ibiza, seguido por shows na Cova de Santa Ibiza & Fabrik Madrid e Miami Music Week. Ela estará presente no palco Modular e é uma das gringas do line, especialista em Tech House.

Suze Ijó & Fafi Abdel Nour

Oriunda da cidade portuária de Rotterdam, Holanda, Suze Ijó sempre foi apaixonada pela música, que esteve presente desde muito cedo na vida da artista, como dançarina e colecionadora de discos, e mais tarde, como DJ/apresentadora. Suze é amante de todos os gêneros e ritmos, não discrimina sons eletrônicos e analógicos. Como produtora está sempre carregando vibes e grooves positivos, o objetivo, claro, fazer você dançar muito.

Fafi Abdel Nour, conhece House como poucos, parece que viveu os primeiros dias underground do gênero. É outra estrela, assim como Suze, em ascensão da cena holandesa. Começou como DJ no clube OOST, em Groningen, onde costumava co-dirigir a noite do clube queer HomOOST. Recentemente, Fafi Abdel Nour chegou às pistas de dança de toda a Europa, e agora, no Brasil. Ambos se apresentarão no palco Frequency e irão fazer a pista vibrar com grooves quentes e contagiantes.

Mais informações sobre a DGTL São Paulo 2022

Qualquer fã de música eletrônica, em especial, os fãs de house e techno, não podem perder a próxima edição da DGTL São Paulo 2022, que além de se preocupar com a qualidade do festival com uma curadoria musical impressionante e diversificada, irá proporcionar uma experiência histórica e marcante para todos aqueles que anseiam por grandes festivais pós-pandemia. O evento vai acontecer no Pavilhão do Anhembi, São Paulo; e, está marcado para o dia 9 de abril (sábado). Para mais informações sobre o evento, basta seguir o link para o site da oficial da DGTL.

A espera está chegando ao fim e os ingressos para o festival também. Então, se você ainda não garantiu, clica neste link e garanta já, nos vemos lá!

Vitor Gianluca tem 24 anos e é formado em Comunicação Social - Jornalismo, pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Conheceu a música eletrônica nos "antigos" CD's Summer Eletrohits e hoje escreve para a Wonderland In Rave.