Família de Avicii dá a entender que o artista se suicidou

A família de Avicii divulgou um comunicado nesta quinta-feira (26) sobre o DJ e produtor sueco, encontrado morto no dia 20 de abril. O DJ “era uma alma frágil“, “não podia continuar mais” e “lutava com pensamentos sobre Significado, Vida e Felicidade“, diz o texto.

Sexta-feira passada foi divulgada a notícia de que o DJ / produtor sueco havia sido encontrado morto em seu quarto de hotel em Moscat, Omã, onde ele estava de férias.

Desde então, dois relatórios de autópsia descartaram qualquer “suspeita criminal” em relação à sua trágica morte aos 28 anos. Agora, apesar de não citar suicídio no texto, sua família fez uma declaração dando a entender que a estrela de “Wake Me Up” – nome verdadeiro Tim Bergling – se matou. Segundo um trecho da nota, ele “queria encontrar a paz”.

Declaração da família de Avicii:

Estocolmo, 26 de abril de 2018

Nosso amado Tim foi um buscador, uma frágil alma artística em busca de respostas para questões existenciais.

Um super realizador perfeccionista que viajou e trabalhou duro em um ritmo que o levou ao estresse extremo.

Quando ele parou de fazer turnês, ele queria encontrar um equilíbrio na vida para ser feliz e ser capaz de fazer o que ele mais amava – música.

Ele realmente lutou com pensamentos sobre o significado, a vida, a felicidade.

Ele não podia continuar mais.

Ele queria encontrar a paz.

Tim não foi feito para a máquina de negócios em que se encontrava; ele era um cara sensível que amava seus fãs, mas evitava os holofotes.

Tim, você será eternamente amado e uma perda tristemente sentida.

A pessoa que você era e sua música manterão sua memória viva.

Sua família.

Yohan Augusto

☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.