18 de outubro de 2018

[REVIEW] Magia e progressão: noite de long sets no Warung

No inside do Warung quem estava encarregado de fazer história era a dupla suíça Adriatique. Após um ano de um set histórico no club, uma expectativa imensa foi criada sobre os “Adrians” que responderam a altura.

Foram quase sete horas de um set pra lá de emocionante, uma seleção de tracks perfeita, que passou tanto de sons mais conhecidos, de gravadoras famosas como a Afterlife, da qual o duo faz parte, como por tracks desconhecidas ou unreleaseds fruto de suas pesquisas e  repertório fantástico.

Adriatique fez uma manhã memorável no pistão consagrando um amanhecer próprio do Warung Beach Club. Depois de uma noite de constante techno melódico, levaram a pista a emoção em um nascer do sol perfeito ao som de uma versão inesperada de “Ray”, uma de suas tracks mais famosas.

As duas horas da manhã na segunda pista entrou o maestro Guy Mantzur, que também já era bastante esperado desde sua  última apresentação no templo na qual o dj Israelense conduziu o inside em um long set impecável de 6 horas, ele retornou com toda a expectativa de que seria uma grande noite no garden.

Com uma longa introdução Mantzur anunciava o que estava por vir, magistralmente com sua primeira mixagem ele ganhou a calorosa pista do Garden. Seus sets são famosos por uma excelente cadência que é feita entre tracks mais percussivas e fechadas intercaladas com tracks melódicas com breaks mais extensos que conquistam a pista. Foram 5 horas onde ele encantou seu público passeando por gêneros como Deep House, Techno e em sua grande maioria o Progressive House.

Quem compareceu a essa noite no Warung Beach Club com certeza gostaria de poder estar em dois lugares ao mesmo tempo, as duas pistas receberam long sets incríveis de artistas que estão se destacando cada vez mais entre os grandes djs e produtores dos seus estilos.

Créditos: Leon Pureza, Leonardo Smith, Victor Gulin.

Sobre Redação WiR