Data:21 de novembro de 2019

Surpreendente VA de Progressive House com 18 tracks é lançado pela Transensations Records

Com a ideia de unir a cena, agregar produtores nacionais com a mesma sonoridade e avançar lado a lado, a Transensations Records lança o VA Transenses I, desfrutando de um momento ótimo para o Progressive House no Brasil.

Ao observar que diversos produtores do país estão recebendo suportes de grandes artistas globais como Guy J, Hernan Cattaneo, Nick Warren, Guy Gerber, entre outros, a label, que já havia planejado a produção do VA há algum tempo, percebeu que este era o momento correto para o lançamento. Os brasileiros contatados aceitaram a proposta, espalharam a mensagem, e o selo recebeu diversas faixas, as quais foram filtradas e 18 selecionadas para a compilação. Entre os artistas, estão: Luciano Scheffer, Alec Araújo, Andre Moret, Carla Cimino, Kaito Aman, Leila Schweie, Aspeckt, TCalabrez, Raffa, Fel C, FMENEZS e vários outros.

Abrigando tracks para diversos momentos, o VA ressalta a versatilidade dos produtores. “A técnica é essencial na produção, mas pra esta seleção, nos preocupamos mais em entender o mood que cada track proporcionava do que propriamente uma técnica perfeita de sound design”, ressalta Pedräda, um dos sócios da label, que também considera o VA especial, pois apresenta parte da nova safra de produtores nacionais, nomes que vão estourar nos próximos anos. 

Sobre o futuro, ele explica: “Esperamos algumas coisas: que as tracks sejam tocadas bastante por aí, e já estão sendo, como o caso do Nick Warren que tem tocado a track ‘Sopdet’ do RIGOONI em seus últimos shows; que colabore de alguma forma na carreira de cada um dos artistas. Ao crescer os artistas, crescemos nós. Estamos no começo, mas queremos consolidar a Transensations como um selo sério que propaga o avanço dos sons melódicos”. Pedräda e Gorkiz, outro artista do selo, apresentam toda terceira terça-feira do mês um radio show mensal na famosa ProtonRadio.com, e nos últimos dois episódios tem tocado várias tracks da compilação.

Os dois artistas produziram sua primeira colaboração, a faixa “Antitension”, um progressive com bastante energia de pista, contrastando com um break melancólico e nostálgico. “Era um dia chuvoso e frio, e havia algo triste dentro de mim que eu precisava expor. Compus a melodia principal em torno desse sentimento, e até hoje escuto e consigo me identificar com aquele sentimento. Tivemos algumas conversas sobre esse clima, mas decidimos manter porque é algo bem autoral e humano. O Gorkiz é um mestre do groove, então a track acabou encaixando muito bem com o estilo dos dois”, revela Pedräda, que apresenta o plano dos dois artistas para novas colaborações em 2020, lançadas pelo Transensations e por outros de grande expressão.

Com resultado mais que aprovado sobre o Transenses VA I, a intensão é todo ano produzir um VA com uma proposta diferente. E para celebrar dois anos do selo e o lançamento da compilação, no dia 2 de novembro será realizada uma festa no Jai Club com oito horas de música. Para obter mais informações, clique aqui.