18 de setembro de 2019

Tudo pronto para a 2 a edição do DGTL São Paulo

Faltam poucas horas para São Paulo celebrar um dos maiores encontros da música eletrônica de todos os tempos. Serão mais de 12 horas de programação, com um line up selecionado cuidadosamente para agradar aos fãs dos mais variados estilos – do saudosismo da Disco, à densidade do Techno, passando pelos sons Baleáricos dos países nórdicos, até os clássicos da House de Chicago e do Techno de Detroit.

Desta vez uma antiga fábrica de livros de atmosfera industrial no bairro do Jaguaré, foi o local escolhido para transcrever esta experiência. Ao todo serão 22 atrações que vão se revezar entre os palcos Modular, Frequency e Generator, todos com início a partir das 19h30.

Nomes como o do alemão veterano do techno Len Faki, o inglês Dax J, ou o back to back entre o conterrâneo Daniel Avery com o também alemão Rodhad serão apresentados pela primeira vez no país. A americana de Chicago Honey Dijon, além dos também alemães Dixon, Henrik Schwarz e Ben Klock entram como destaques da noite. Já Linda Green, Davis e Zopelar que se apresenta em formato live, representam o time de artistas nacionais ao lado de Márcio Vermelho, Max Underson, RHR, Carrot Green, Cashu e Pareto.

As instalações visuais projetadas pelo artista Muti Randolph também fazem parte da experiência do DGTL. O artista carioca assina projetos para o festival desde 2016 nas edições de Amsterdam, Barcelona e também em São Paulo no ano passado. O trabalho de Muti consiste em mapear instalações de LED que interagem com o público de acordo com os efeitos de equalização encontrados na música vinda das apresentações dos próprios DJs e produtores, transformando o ambiente em perfeita sintonia.

Além da música e das instalações visuais, as performances de Valentina, Roberta Uiop, Marquesa Amapola, Euvira, Rodrag, Alma Negrot e vários outros, também farão parte da programação. Cerca de 20 artistas e dançarinos estarão espalhados por toda a arena do festival, interagindo com o público durante todo evento.

A sustentabilidade também é outro importante pilar do DGTL. Diversas ações já implementadas, como o incentivo a reutilização do mesmo copo de bebida, ou a urina coletada nos banheiros do festival para ser tratada para depois virar adubo, são algumas que somam com outras inéditas, como o conceito do “Dia sem Carne” (meat free), onde diversos alimentos e comidas criativas livres de ingredientes de origem animal serão servidos com o intuito de conscientizar o público que evitar o consumo de carne é uma iniciativa não somente em prol dos animais, mas sim do meio ambiente.

O DGTL São Paulo 2018 acontece no próximo sábado, dia 5 de maio a partir das 19h30 na Fábrica 619, no Jaguaré – SP. Chegue cedo e se programe para conferir todos seus artistas favoritos. Confira abaixo o timetable do DGTL São Paulo 2018.

Sobre Yohan Augusto

Yohan Augusto
☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.