18 de setembro de 2019

A MÚSICA pelos NÚMEROS – Tendências para o 2º semestre de 2016

A indústria de evento de música passou por muitas modificações nos últimos anos devido às mudanças de comportamento e preferências que os participantes esperam encontrar nos festivais e shows.

Esse mercado, que tem expectativa de movimentar aproximadamente 23 bilhões de reais de receita de ingressos em 2019, tem apresentado várias novidades e tendências para o segundo semestre de 2016. Um dos principais dados que não pode ser ignorado por produtores de eventos é de que o uso dos smartphones para compras online é predominante entre os participantes.

Todos os principais festivais dos Estados Unidos vão oferecer pagamentos mobile em 2016 – Tom Russell, um dos organizadores do festival Governors Ball.

Segundo um levantamento trimestral da Adyen, empresa global de tecnologia para pagamentos, quase 35% das transações globais foram feitas em dispositivos móveis, em comparação a pouco mais de 30% no período anterior.

Uma outra previsão é que o Streaming vai conduzir a transformação da venda de ingressos e motivar ainda mais a participação de experiências ao vivo. O Coachella, um dos principais festivais de música, foi exemplo disso: em 2011, os ingressos se esgotaram três dias antes do streaming ao vivo do festival e, em 2012, apenas três horas depois do streaming ao vivo do festival.

Com a maior procura do número de participantes que buscam esses eventos e do consequente aumento de eventos do ramo, organizadores precisam estar atentos ao que o público procura para vencer a concorrência e se destacar.

Além dessas novidades, ainda há muito mais! Veja aqui o infográfico que a Eventbrite, plataforma líder global em tecnologia para eventos, montou com as principais dicas de especialistas da indústria de eventos de música.

Sobre Yohan Augusto

Yohan Augusto
☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.