20 de agosto de 2019

Alok e Vintage Culture são destaques na Forbes

A edição nacional da Forbes elegeu os jovens, com no máximo 30 anos, que fazem a diferença. Na seção “Música”, Alok e Vintage Culture (Lukas) são os principais destaques do cenário eletrônico. Ainda temos na matéria, Karol Conka e o diretor Konrad Dantas (Kondzilla), que já trabalharam com Tropkillaz.

Alok

A Forbes destacou o impacto mundial do seu último lançamento, ‘Hear Me Now’, com Bruno Martini e Zeeba, e os números nas plataformas digitais: 100 milhões de plays pelo Spotify (num ritmo de 13 milhões semanais) e as 45 milhões de visualizações pelo YouTube.

“Acho que em 2016 consegui lançar muitas músicas que estavam prontas, por isso veio esse boom” – Alok

Alok ainda completa sua fala contando que toca desde os 6 anos, já que seus pais também são DJ’s, e começou profissionalmente aos 12, junto de seu irmão gêmeo Bhaskar (com quem lançou recentemente a música ‘Fuego’ via Spinnin Records). Por fim, é citado o trabalho do DJ na China, onde passou 2 meses realizando 16 shows e ações publicitárias com a Budweiser, e a importância do ranking ‘Top 100 Dj’s”, da DJ Mag .

“Lá [China] eles não usam YouTube, Facebook, nada disso, só a rede social do governo. A referência que eles têm de música eletrônica é a revista DJ Mag, e eu aparecia em 25° melhor. Os que estavam na minha frente não quiseram se arriscar na Ásia. Eu fui e acabei ficando conhecido.” – Alok

Vintage Culture

A Forbes conta sobre a posição de destaque de Lukas Ruiz, nome por trás do projeto, no cenário eletrônico, começando por seu primeiro lançamento notável, seu remix para o clássico Blue Monday do New Order. Além disso, fala sobre sua posição de número 54 no mesmo ranking citado anteriormente.

Sobre Redação WiR