21 de novembro de 2017
michael kane

Em entrevista exclusiva, duo Michael Kane fala sobre carreira, desafios, conquistas e muito mais

Duo paulista formado pelos músicos Tiago Vas e Felipe Lima que juntos trabalham na música há mais de 13 anos, buscando sempre inovar e mostrar o que fazem de melhor. Além de músicos, são multi-instrumentistas, produtores, DJs, e já contam com suporte de grandes artistas internacionais e nacionais conceituados no cenário musical. Passando por clubs e festas de grande porte como Electric Zoo, Club 88, Anzu Club, Deep Carnival Festival, entre outros, a dupla aceitou conversar com a gente sobre o projeto, confira:

Wir: Por onde quer que passem, Michael Kane faz de cada apresentação única e memorável. Quais foram seus primeiros passos na carreira de Produtor/ DJ? Como tudo começou?

Michael Kane: O início de nossas carreiras como produtores/djs foi algo inesperado. Nós dois já mexemos com música juntos há mais de 10 anos. Tivemos alguns projetos de blues, onde nós mesmos gravávamos os instrumentos e produzíamos as nossas musicas. A música eletrônica sempre esteve em nossas vidas, e foi de forma bem natural que começamos a produzir alguns ‘beats’ e gravar os instrumentos em cima. Quando nos demos conta, estávamos produzindo apenas música eletrônica!

WiR: Como surgiu a ideia de criar o duo “Michael Kane”?

Michael Kane: Estávamos produzindo alguns sons, e sempre mostrávamos à nossos amigos. Sempre nos perguntavam como chamava nosso projeto, ou como encontrar nossas músicas, até que então, decidimos achar um nome para o projeto, para que pudéssemos começar a soltar nossas músicas, e em uma brincadeira surgiu a ideia de “Michael Kane”. E cá estamos!

WiR: Quais são seus pontos fortes como artista?

Michael Kane: Podemos dizer que nossos pontos fortes são as cobranças que nós temos um com outro. Sempre tentamos inovar! Nos recusamos a cair no comodismo, e estamos sempre nos criticando (de maneira construtiva) para que possamos evoluir! Não só musicalmente, mas profissionalmente também.

WiR: Quais foram os eventos/momentos mais marcantes do ano pra vocês, e o que pretendem trazer para o final desse ano?

Michael Kane: Estivemos em festas e clubs incríveis esse ano! Mas achamos que dois dias que nos marcaram, foi o dia do Electric Zoo Brasil, onde dividimos o line up com grandes ídolos nossos como Hardwell, KSHMR, Vintage Culture, entre outros grandes nomes. E também o dia da nossa estreia na pistinha da Anzuclub, que foi um dos lugares em que vimos apresentações de grandes artistas!

Como vocês descrevem seu trabalho para alguém que nunca ouviu “Michael Kane”?

Michael Kane: Procuramos manter nossa “identidade” em nossas produções, mas buscando sempre inovar. Vocais melódicos, basslines pesadas e muito groove!

O quê os inspira a fazer música?

Michael Kane: Tudo que acontece a nossa volta nos inspira! Buscamos transpor tudo o que estamos sentindo em música! É uma coisa mais forte do que nós! As vezes você está no carro ou no avião viajando, e do nada você ouve uma frase, ou tem alguma ideia de melodia, e quando você vai ver, criou uma musica! Não tem lugar, e não tem hora… As vezes a inspiração simplesmente aparece!

Vocês sonham em tocar em algum Club do mundo, ou algum lugar específico?

Michael Kane: Seria impossível listar todos os Clubs que queremos e pretendemos tocar! No momento, um dos Clubs em que sonhamos tocar, é na Laroc Club. Já estivemos lá acompanhando alguns artistas, e podemos afirmar que é um dos melhores Clubs do mundo. Estamos na torcida para que dê certo!

Qual foi o momento mais emocionante que vocês viveram quando decidiram seguir esse ramo da música?

Michael Kane: Quando assinamos a nossa track ‘U and Me’ na label Bunny Tiger, do Sharam Jey! Foi um momento que com certeza nos marcou. Quando começamos o “Michael Kane”, a Bunny Tiger era uma das labels em que sonhávamos integrar! E além de tudo, a track foi feita em parceria com os nossos grandes amigos do Malik Mustache. Uma soma de fatores faz isso se tornar um dos momentos mais emocionantes que já vivemos.

Em Abril, vocês tocaram na Electric Zoo Brasil, fazendo uma apresentação impecável. Qual foi a sensação de poder tocar em um festival desse porte, como foi a EZB?

Michael Kane: Nos faltam palavras que possam descrever a sensação de tocar no Electric Zoo Brasil! Foi a primeira edição do evento, e poder fazer parte dessa história, foi, e é incrível! Só de lembrar nos emocionamos! Com certeza um dia que marcou nossas vidas!

Há um pouco mais de 1 mês, vocês lançaram mais uma track, a “Did I”, com o menino prodígio Kubi, como foi trabalhar em cima dela?

Michael Kane: Essa foi uma das tracks que mais gostamos de ter produzido. Nós queríamos fazer uma track que fosse a nossa cara, e ao mesmo tempo, preservar a ‘pegada’ do Kubi! E não poderíamos ficar mais feliz com o resultado e com a repercussão da track!

E pra finalizar, existe algo em primeira mão que gostaria de soltar para a galera?

Michael Kane: Com certeza! Estamos começando esse segundo semestre cheio de novidades… Collabs com Ownboss, Kubi, Malik Mustache e com outros grandes artistas. E pra ressaltar, gostaríamos de agradecer a Wonderland In Rave e a todos que acompanham nosso trabalho. Obrigado por tudo, e se preparem pra muito mais! MICHAEL KANE IS IN THE HOUSE!

Comentários

Sobre Samantha Cristina

Samantha Cristina
Jornalista e redatora da equipe WiR em São Paulo. | music is our happiness