Miami suspenderá toque de recolher em abril se casos de Covid-19 permanecerem em baixa

Daniella Levine, Prefeita de Miami, disse em um comunicado à imprensa na sexta-feira que as autoridades podem suspender o toque de recolher do condado em 5 de abril. A decisão final chegará dependendo de como as tendências dos casos de coronavírus permanecerem em baixa. A expectativa é positiva levando em consideração os últimos dados.

A boa notícia chegou após Levine enviar um memorando ao Conselho de Comissários do Condado. Além disso, o referido memorando abordou os resultados de uma revisão de “dados médicos” de 30 dias. Além disso, com todas as informações disponíveis, a prefeita poderia justificar e explicar adequadamente sua decisão. “Se as tendências atuais continuarem e a média de 14 dias for igual ou inferior a 5. 5% nesse horário, o toque de recolher da meia-noite às 6h pode ser retirado”.

Por outro lado, se a situação piorar, o memorando também trata disso. De acordo com o memorando, o toque de recolher pode retornar se a taxa de positividade de 14 dias subir acima de 6%. Miami está um passo mais perto de voltar ao normal.

Como consequência do anúncio do presidente Biden, as autoridades locais estão considerando reduzir as restrições, apesar dos apelos dos especialistas. Se os cálculos de Biden estiverem corretos, os EUA terão estoque de vacina suficiente para todos os americanos até o final de maio.

Apesar da tendência geral positiva em relação ao Covid-19 e sua disseminação, algumas das principais autoridades de saúde do país continuam alertando nas últimas semanas que o surgimento de novas variantes pode provocar uma nova onda. Além disso, uma das maiores ameaças é a cepa identificada pela primeira vez no Reino Unido, conhecida como B.1.1.7. A variante de Manaus também se tornou um novo risco após a explosão de casos no Brasil.