23 de maio de 2017
pt-bren
Início / Reviews / [REVIEW] Confira tudo o que rolou na primeira edição da Redline Festival

[REVIEW] Confira tudo o que rolou na primeira edição da Redline Festival

Foram 12 horas de festa e muita música boa, assim começamos a descrever o primeiro festival de música eletrônica que desembarcou na Live Curitiba, na Sexta-Feira dia 05 de Maio.

Uma estrutura bem planejada, tudo pensado em deixar os fãs bem acomodados. Era difícil não se impressionar com o Main Stage, que contou com uma projeção de vídeo incrível e um Sound System com uma equalização perfeita entre graves, médios e agudos, mesmo quem não ficou no front sentiu o corpo tremendo junto as vibrações das músicas. A pista e área vip contaram com fácil acesso á bares, banheiros e caixas, o que facilitou bastante para o público.

Foto: Marcos Mancinni

 

LINE UP

Com uma grande diversidade de vertentes, a Line Up não deixou a desejar, contou com grandes nomes da cena eletrônica, sendo eles nacionais e internacionais, confira abaixo os destaques que comandaram as pick-ups do evento.

Alok, Elekfantz, Vinne, Malik Mustache, Bry Ortega, Rawa, Ferrer, Mobb, Daher, Sotto, Sevenn e Selva.

Alok: O Dj que arrasta multidões por onde passa, também desembarcou na Live Curitiba, Alok foi uma das principais atrações da primeira edição da Redline Festival, ao entrar no palco, tocou sua track ”fuego”, sem dúvidas, levou o público a loucura.

Elekfantz: O duo composto por Daniel Kuhnen e Leo Piovezan, que conquistou sucesso internacional ao misturar batidas eletrônicas com a sonoridade de blues, também se apresentaram na Redline Festival.

VINNE: Mesmo em tão pouco tempo de carreira, Vinicius Alves, responsável pelo projeto VINNE, já conquistou seu espaço na cena eletrônica nacional e sem dúvidas foi uma das principais atrações da primeira edição da Redline Festival, quando tocou sua track recém lançada ”Tell Me” não deixou ninguém parado!

Malik Mustache: Referência nacional por misturar gangsta house com rap brasileiro, o projeto Malik Mustache composto por Lekko Antoine e Marcio Neto, também desembarcou na Redline Festival, tocaram um set de tirar o fôlego.

Bry Ortega: Mantendo o dinamismo de qualquer outro formato, com 100% de originalidade, o Curitibano Bry Ortega também se apresentou na primeira edição da Redline Festival, sabendo interagir com o público e levando-os em uma viagem pelas variações de suas músicas.

RAWA: Rafael Lacoste e Guilherme Vaz, são os jovens DJ’s produtores do projeto RAWA, o duo também se apresentou na redline festival, trazendo uma vibe inexplicável para o público, a dupla não deixou a desejar.

Ferrer: Juninho Ferreira, dono do projeto Ferrer, vem se destacando na cena Curitibana por seu carisma e repertório repleto de groove voltado a linha Deep House, Tech House, e Low Bass, sem dúvidas, Ferrer foi uma das principais atrações da Redline Festival.

Sevenn: Formado por Sean Brauer & Kevin Brauer, o duo Americano que já passou por diversos festivais, também se apresentaram na primeira edição da Redline Festival.

PÚBLICO

As pessoas que compareceram ao evento, é o tipo de pessoa que dança durante a noite toda, pessoas que admiram e conhecem os artistas, sem dúvidas uma das pistas mais bonitas que já vimos.
Estamos ansiosos para a próxima edição!

Foto: Marcos Mancinni

O evento aconteceu na cidade de Curitiba, no dia 05 de Maio.

 

Sobre Jhonathan Wesley

Veja Também

Soulvision

[REVIEW] Com o tema “Eu Soul”, o festival Soulvision marcou o ano com um evento mágico e perfeito

Formado por um coletivo que vem de várias partes do Brasil, pessoas bem distintas, que …

Lollapalooza

[Review] Mais uma vez o Lollapalooza nos surpreende com um festival de primeiro nível

Nesse último final de semana, nos dias (25 e 26), aconteceu em São Paulo, no …