21 de novembro de 2017

Vamos falar sobre Produção Musical: O que ninguém te contou sobre esse assunto

Vivemos em um mundo no qual a música se torna cada vez mais necessária a cada segundo que se passa, um mundo no qual novos sonhos nascem todos os dias. A ascensão da música eletrônica no mundo está cada vez maior, novos talentos surgem todos os dias, de diferentes lugares, idades e estilos musicais. Você já se perguntou como é o processo de criação de uma música eletrônica? Tem ideia de quais requisitos são necessários para criar uma música seja ela de qual gênero for? 

A música pode ser praticada por qualquer pessoa, desde que ela tenha vontade e foco! É natural existirem algumas pessoas com mais facilidade de aprendizagem, mas isso não significa que elas são seres superiores. Suas primeiras tentativas de criar música eletrônica não serão bem sucedidas, tudo bem! É normal em quase toda fase de aprendizado termos algumas dificuldades. Para você produzir a um nível profissional leva tempo e tempo é conhecimento seus hábitos contam muito mais do que os seus conhecimentos. E quando estiver começando não se preocupe em se inspirar em outros artistas ou até mesmo, usar como base um sample ou qualquer outro elemento de uma música já produzida, ela sendo conhecida ou não, quase toda música produzida é influenciada por outra.

Uma das grandes falácias sobre a produção musical, é que você vai precisar de um home estúdio para fazer suas músicas, caso contrário, não conseguirá fazer algo tão profissional. Muitos produtores começaram com um macbook e um headphone, existem outros casos (a maioria deles) que nem um macbook conseguiam ter, usavam fones de celular e ainda assim tiravam músicas impressionantes. Mas, claro, que se você tiver um par de Yamaha’s + um headphone da SOL Republic, produzindo em um estúdio com isolamento sonoro e pluggins analógicos, você tem uma grande vantagem sonora. Porém! De nada adiantará toda essa aparelhagem, se você não tiver conhecimento para usar tudo isso, e adiantará menos ainda, se você não tiver empenho e dedicação para praticar todos dias e produzir por várias horas durante o dia.

Muitos produtores tem ideias incríveis, imaginam melodias fascinantes na cabeça, porém na hora de traduzi-las no DAW: “O que eu faço agora?” Esse é um problema que realmente alguns demoram a superar. A grande dica aqui é estudar a teoria musical, estudar o posicionamento das notas em seu DAW (visto que é diferente em cada um), para que você tenha a noção exata do que está fazendo quando for traduzir suas idéias em música. Cursos online ou presenciais sobre produção musical ajudam bastante mas e pra quem não tem essa grana para investir? Significa que não haverá outra forma de aprender a produzir suas próprias músicas? Existem milhares de vídeo aulas no Youtube e um conteúdo vasto na internet sobre como usar um DAW, ache o que você mais se familiariza e pronto, mãos a obra! Procure saber sobre tudo o que passar na sua mente, pesquise, aprenda, pratique. O intuito deste artigo é simplesmente provar para você leitor que qualquer um de nós podemos criar músicas.

Ainda não acredita? Então saca só essa entrevista que fizemos com produtores que possuem resultados incríveis em suas tracks e que começaram produzindo suas músicas em casa com apenas um computador e um fone. Falamos com Kalixto, DroidStep, Nardix e Insert Name.

WiR: Como vocês começaram a produzir? 

DroidStep: Comecei a produzir música eletrônica no começo de 2013 após me apaixonar pelo gênero através do Dubstep quando ouvi pela primeira vez Scary Monsters And Nice Sprites do Skrillex, após ouvir essa música pela primeira vez, fiquei curioso para saber como são feitos shows de música eletrônica, como os DJs faziam suas performances e como eles faziam tais sons e após algum tempo pesquisando, vi que vários artistas usavam um tal de “Ableton Live” que na época não sabia do que se tratava, instalei mas não fui muito longe com o Live, não conseguia me adaptar, mesmo vendo tutoriais e vídeo aulas, até que um amigo me apresentou e me ensinou a mexer no básico do FL Studio e hoje em dia esse é o meu DAW principal que uso pra fazer minhas músicas.

Nardix: Comecei a produzir por volta de 2013. Por incentivo de amigos, era algo como passatempo , após um grande período eu comecei a perceber que estava evoluindo. Após criar minha primeira música, eu percebi que era aquilo mesmo que eu queria. Minha base de tudo foi no FL Studio, aprendendo sozinho e estudando o programa. Eu fui começar a procurar vídeo aula quando eu já tinha uma noção básica, para sim, começar a entender realmente as funções e opções do programa.

WiR: Quais foram as maiores dificuldades?

DroidStep: Minha maior dificuldade quando comecei foi encontrar a vertente que eu queria seguir, já cheguei a produzir tudo, desde Minimal Techno até Drum And Bass, porém só me encontrei na produção recentemente e hoje em dia estou focando muito na Bass music em geral, ando focando muito no Trap music mas de vez em quando eu também arrisco no Dubstep.

Insert Name_: A tradução das ideias. Talvez seja o processo mais difícil, que exige conhecimento musical e do DAW. Muitos produtores tem ideias incríveis, imaginam melodias fascinantes na cabeça, porém não conseguem passar para o software. Esse é um problema que realmente demorei pra superar e as vezes ainda tenho dificuldades. A grande dica aqui é estudar a teoria musical, estudar o posicionamento das notas em seu DAW (visto que é diferente em cada um), pra que você tenha a noção exata do que está fazendo quando quer traduzir suas idéias em música. Aulas de teclado podem facilitar e muito!

WiR: Qual a dica pra galera que quer começar a produzir mas acha que não tem capacidade ou equipamento?

Kalixto:Capacidade todo mundo tem ainda mais hoje em dia com a internet quase em todo lugar e diversos tutoriais gratuitos no YouTube fica bem fácil de aprender o meu notebook que ganhei em 2014 era bem velho, 1GB de memoria RAM e 1.66 Ghz no processador, como vocês vêem não é uma grande máquina, mas foi com ele que ganhei o Remix Contest da musica ‘Other Side of Love’ do SENNE, junto com meu amigo LzRay, então se você tiver força de vontade e realmente quiser, mesmo com um computador que não seja top de linha você consegue fazer suas próprias musicas.

Nardix: Estudar e estudar o programa, sempre buscar evoluir. Capacidade todo mundo tem, como o Kalixto disse, equipamentos são importantes, mas no começo da carreira ainda não precisa de grandes equipamentos, mesmo não tendo equipamentos top de linha se consegue chegar em um projeto com alta qualidade, sim.

Pesquise, aprenda, pratique, seja na música ou em qualquer outra profissão, você é capaz e nenhuma barreira é maior que você.

Comentários

Sobre Claudio Ferreira

Paulista, 20 anos, amante da música eletrônica e suas demais vertentes. Cursando produção musical na Make Music Now.