18 de julho de 2018

Confira nossa entrevista exclusiva com Sam Feldt durante o Miami Music Week

Sam Feldt é sem dúvida um dos maiores nomes da dance music no momento. Ainda muito jovem, assinou com a gravadora holandesa Spinnin ‘Records, subindo para os mais altos escalões da música eletrônica.

Sam terminou 2017 da melhor maneira possível, lançando seu álbum Sunrise e o álbum de compilação Sunrise to Sunset. Ele também começou 2018 com o After The Sunset, um álbum remix lançado em fevereiro de 2018, bem a tempo da Miami Music Week, onde uma maior e melhor Heartfeldt Pool Party aconteceu pelo segundo ano consecutivo.

Confira nossa entrevista exclusiva com Sam Feldt:

Sua gravadora “Heartfelt” teve sua própria pool party durante o MMW. Como você se sente vendo todos os seus fãs comparecendo a sua festa, ao invés das outras 30 que aconteciam simultaneamente em Miami?

Miami Music Week é um evento muito por si só e poder ter minha própria pool party durante essa semana insana é algo que eu sonhei por muito tempo. Ano passado a Heartfeldt pool party teve os ingressos esgotados muito rápido. As pessoas que compareceram esse ano realmente fizeram o evento valer a pena. A lineup estava incrível, tivemos Goldfish, Hook N Sling e Jay Hardway tocando, além de KARRA se juntando a mim no palco, onde tocamos nosso último single “Down for Anything” pela primeira vez. Olhando para o público nos fez perceber que podemos estar orgulhosos por essa música. Se você ainda não ouviu, vale a pena!

Como você define seu crescimento profissional? O que você tem a dizer para aqueles que estão começando suas carreiras?

As pessoas as vezes pensam que você consegue o que quer passando noites acordado, que as coisas acontecem como mágica. Eu comecei tocando piano quando tinha 8 anos, comecei a ser DJ quando tinha 11 anos e quando tinha uns 17 anos eu fui a um clube pela primeira vez. A partir desse momento eu percebi que queria ser um DJ profissional. Levou muito tempo para que eu fosse escolhido e tive muita sorte pela Spinnin’ Records ter me dado a chance de lançar uma música em sua gravadora, mas antes disso eu estava sufocado fazendo músicas e muito focado em produzir algo popular ao invés de produzir algo que eu realmente gostasse. Então eu recomendaria aos iniciantes para não se deixar levar pelo que está em alta no momento, mas desenvolver seu próprio estilo e fazer a música que você realmente ama.

Quais das suas collabs é sua favorita? Você alguma vez já pensou em fazer uma collab com algum produtor do Brasil?

Woah! Pergunta difícil, haha! Eu fiz muitas collabs nos últimos anos, então é difícil escolher a melhor de todas. Em um dos meus álbuns eu tenho mais de 15 collabs e eu amo cada uma delas! Eu iria amar trabalhar com produtores Brasileiros no futuro! Eu estou em contato com caras como Alok, Vintage Culture, Pontifexx e Zerb – então quem sabe o que pode acontecer no futuro.

Como surgiu a idea de criar a “Fangage”?

Há 2 anos atrás, eu estava olhando para minhas redes sociais e percebi que tinha mais de 1 milhão de fãs combinados em todas as plataformas. Eu não tinha ideia de quem essas pessoas eram e como eu poderia entrar em contato diretamente com elas. A única opção que eu tinha era pagar um preço alto ao Facebook e Instagram para entregar minhas músicas para as pessoas que já queriam saber notícias sobre mim. Para mim isso é bizarro! Foi o momento que pensei em criar  uma plataforma independente para meus fãs, onde eles pudessem ter acesso a todos os meus conteúdos e eu pudesse contatar todos eles diretamente. Depois de lançar o Heartfeldt.me, muitos outros DJs me acompanharam e lançaram o portal Fangage, o que prova que estamos no caminho certo!

Você pode compartilhar conosco alguma história entre fã e artista da Fangage? Qual é a mais especial?

Com a Fangage, nós tivemos a oportunidade de criar momentos e histórias incríveis. Com mais de 35 grandes artistas e influenciadores usando o aplicativo para estar perto de seus fãs e mais de 200.000 usuários ativos, estamos expandindo muito rápido. Um dos momentos mais incríveis foi durante a ADE do ano passado, quando usei o Fangage para convidar 50 dos meus fãs mais dedicados e únicos para uma localização secreta, onde eles puderam me conhecer e ter uma palestra privada. Foi realmente incrível conhecer todo mundo e poder conversar por mais de 30 segundos.

O que podemos esperar de você para esse ano?

Esse ano tem sido incrível para mim até agora. Eu estou fazendo muitas turnês com minha banda e os próximos meses do verão virão com mais incrível festivais, então é algo que me faz ficar muito ansioso. Eu também irei fazer muitos DJ sets sozinho e estou em busca de novas opções para minha própria Heartfeldt pool party. Tenho muitas músicas novas, porém ainda não posso falar muito sobre elas no momento.

Você tem planos de voltar ao Brasil em breve?

O Brazil é um país incrível e que eu amo estar. Vocês possuem os fãs mais entusiasmados do mundo e se apresentar para vocês sempre foi um prazer. Eu tive o privilégio de poder tocar no Brazil em janeiro, o que foi incrível, então eu penso em voltar em breve, não sei quando, mas com certeza voltarei.

Comentários

Sobre Yohan Augusto

Yohan Augusto
☁️ Behind everyone's favorite song, there is an untold story.